Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Nextel faz cobrança indevida, diz cliente

Leitora diz que solicitou o cancelamento do plano por falha no sinal, mas empresa cobrou R$ 160

Havolene Valinhos
São Paulo

A autônoma Raquel Cristina Silva Decares, 23 anos, de Caieiras (Grande SP), conta que é cliente da Nextel desde março do ano passado, porém reclama que o sinal da operadora não funciona em alguns pontos da região onde ela mora nem em áreas da capital paulista. 

Raquel afirma que, ao solicitar o cancelamento do serviço de telefonia móvel e de internet, foi informada pela Nextel que teria de pagar R$ 160 de multa por quebra de fidelidade.

A leitora Raquel Cristina Silva Decares diz que internet da Nextel não funciona
A leitora Raquel Cristina Silva Decares diz que internet da Nextel não funciona - 21.05.2019 - Rivaldo Gomes/Folhapress

Segundo a leitora, em março do ano passado, ela assinou um plano pós-pago da operadora, no valor de
R$ 79,99, que dava direito a ligações ilimitadas e 6 Gigabytes de internet. 

Raquel diz que, após três meses, recebeu uma ligação da operadora oferecendo a troca do plano e um desconto de R$ 10, mas com a manutenção dos benefícios. “Achei estranho esse abatimento, mas aceitei”, diz.

“Esperei completar um ano de contrato e, quando liguei para a central de atendimento da Nextel para resolver o caso, disseram que eu não poderia cancelar sem o pagamento da multa, uma vez que eu tinha trocado de plano em 2018. Mas não foram eles que ofereceram? Estou indignada.” 

A leitora afirma ter sido muito prejudicada pela constante falta de sinal, dependendo da região. “Muitas vezes, quando estou na rua, não consigo falar com ninguém. Uma vez passei mal e não pude falar com a minha família.”

Nextel: (11) 4004-6611

Operadora cancela tarifa

A Nextel informa que analisou o caso e que, conforme cláusula contratual, a operadora deve cobrir 80% da área urbana.

A empresa diz ainda que o assinante está ciente de que os serviços não estão imunes a falhas.

No entanto, a Nextel retirou a multa de fidelização para que a leitora possa fazer a transferência de operadora e corrigiu a fatura com vencimento em junho.

Ao Agora a leitora confirmou a informação.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.