Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Cliente reclama de sinal de internet

Leitor conta que a TIM ofereceu melhora no serviço, mas a qualidade piorou

Havolene Valinhos
São Paulo

O aposentado Sergio de Oliveira Freitas, 65 anos, da Vila Paulicéia (zona norte), conta que, até outubro do ano passado, era assinante da TIM Live de 30 Megabytes, mas mudou para o plano de 60 mega, após o serviço apresentar falha e a atendente da operadora lhe oferecer o dobro de velocidade com pouco acréscimo no valor da mensalidade. “Passou de R$ 85 para R$ 105”, conta Freitas. 

No entanto, o leitor afirma que o sinal continuou com defeito, apesar da mudança que foi feita. “Na ocasião, liguei para a central de atendimento da operadora para reclamar que o sinal da internet não estava funcionando, quando a funcionária da TIM disse que a operadora não estava mais comercializando o pacote de 30 Megabytes”, queixa-se.

 Sergio de Oliveira Freitas relata que vários técnicos estiveram em sua casa para analisar situação, mas falha persiste
Sergio de Oliveira Freitas relata que vários técnicos estiveram em sua casa para analisar situação, mas falha persiste - Rubens Cavallari/Folhapress

Ele diz que, na ligação, ofereceram um novo plano, de 60 mega. “Aceitei a proposta e foi a minha pior decisão. Com 30 mega ainda conseguia navegar de vez em quando e, agora, nada.”

Freitas relata que, desde então, uma dezena de técnicos e até um supervisor da área já estiveram em sua casa avaliando a situação.

“Trocaram o modem, a fiação interna e a externa da rua duas vezes, mas não adiantou. Agora, diminuíram a velocidade para 40 megas. O que me causa mais revolta é que a TIM envia normalmente a fatura pelos Correios, porém não resolve a situação de forma definitiva. Peço a intervenção do Defesa do Cidadão.” 

TIM: *144

Empresa realizará reembolso

A TIM informa que entrou em contato com Sergio de Oliveira Freitas e esclareceu que foi solicitado o cancelamento do serviço reclamado e que o reembolso será realizado dentro do prazo de até 30 dias, em conta bancária do cliente. A operadora diz ainda estar à disposição pelo site www.livetim.com.br ou pelo telefone 10341.

Em novo contato com o Agora, o leitor disse que aguarda uma solução definitiva para o caso. “Vou esperar o estorno e já mudei de operadora”, afirmou.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.