Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Decolar demora para liberar reembolso

Cliente comprou um pacote de viagens da empresa, porém, em maio, foi diagnosticado com H1N1, três dias antes do embarque

Havolene Valinhos Laíssa Barros
São Paulo

O metalúrgico Paulo Rogério Teixeira, 49 anos, de Santo André (ABC), conta que comprou um pacote de viagem pelo site Decolar.com para embarcar em 11 de maio, mas ficou doente três dias antes, não viajou e, até agora, não foi ressarcido pela empresa.

“Agendei uma viagem para Porto Seguro (BA) pelo site Decolar.com, mas, uma semana antes de embarcar, fui diagnosticado com H1N1. Além da doença, fiquei internado e contraí pneumonia. Como eram todas doenças infectocontagiosas, os médicos pediram para que eu cancelasse a viagem”, conta Teixeira.

Paulo Rogério Teixeira conta que pagou R$ 3.000 para o Decolar, mas não viajou porque estava doente; ele quer estorno e reclama da falta de providências
Paulo Rogério Teixeira conta que pagou R$ 3.000 para o Decolar, mas não viajou porque estava doente; ele quer estorno e reclama da falta de providências - Rivaldo Gomes/Folhapress

“Entrei em contato com a empresa na mesma semana e expliquei toda a situação. Disseram que eu precisava entregar alguns documentos médicos e conseguiria o valor pago de volta. Depois de me recuperar, segui todos os trâmites exigidos pelo Decolar.com, mas o estorno não aconteceu. Apenas falam que o caso está sendo analisado”, diz.

“O pior é que continuo pagando as parcelas de uma viagem que não fiz, já que o Decolar.com ainda não cancelou o pacote de R$ 3.000 que parcelei em 12 vezes no cartão de crédito.”
“Estou cansado de reclamar, já completaram dois meses e não solucionam. Não sei mais a quem recorrer. Peço a intervenção do Defesa do Cidadão para que essa situação seja resolvida de forma definitiva”, diz.

Empresa promete devolução

O Decolar informa, por meio de nota encaminhada por sua assessoria de imprensa, que já notificou o cliente com relação à resolução de sua reclamação. 

A empresa afirma que o consumidor está ciente dos procedimentos e que o caso foi solucionado.

Em novo contato com o Agora, o leitor Paulo Teixeira confirmou a ligação da empresa. “Disseram que devolverão o dinheiro, mas ainda não passaram a data. Vou aguardar um retorno”, afirmou o leitor.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.