Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Moradores da Vila Madalena estão sem gás encanado há mais de dez dias

Arquiteto relata que empresa não deu nenhuma assistência aos consumidores

Laíssa Barros
São Paulo

O arquiteto Jorge Andrade, 40 anos, da Vila Madalena (zona oeste), informa que está há mais de dez dias sem gás encanado.

“A empresa veio fazer uma obra na rua e encontrou um vazamento. Disseram então que teriam que paralisar o fornecimento do serviço no prédio todo para resolver esse problema, mas já se passam mais de dez dias e ainda estamos sem gás”, conta o arquiteto. 

Segundo o leitor, durante todos esses dias a empresa não forneceu nenhum tipo de assistência aos moradores enquanto o serviço não era restabelecido. 

“Estamos no prejuízo, não podemos cozinhar. Tem senhores de idade sem poder tomar banho no chuveiro, que é a gás, e que não podem sair de casa para se alimentar. Virou um grande descaso. Nenhuma equipe apareceu para auxiliar nenhum morador. Eles não fizeram nenhum plano alternativo para ajudar a gente.”
Andrade reclama também do atendimento prestado pelo SAC da Comgás.

“Para piorar, não temos nenhuma informação e nem somos bem atendidos ao ligar para o SAC da Comgás. Já disseram até que não era problema deles se estávamos precisando do serviço. Só queremos respostas. Enquanto isso, a gente só vê a obra parada e o nosso abastecimento de gás está suspenso. Peço a ajuda do Defesa do Cidadão para tentar resolver esse problema”, diz o arquiteto. 

“Já se passam mais de dez dias e ainda estamos sem gás”, conta o arquiteto Jorge Andrade; ele diz que, após uma obra, o prédio todo foi afetado - Rubens Cavallari/Folhapress

​Comgás retomará serviço

A Comgás informa que, durante obras de renovação de rede, identificou um vazamento na rede de gás natural interna do prédio do leitor e, por medida de segurança, interrompeu o fornecimento de gás até a conclusão do reparo. A empresa afirma ainda que concluirá nesta semana o serviço e o fornecimento de gás dos moradores. 

“Em novo contato com o Agora, o leitor afirma que esperava mais da empresa. É uma vergonha. Continuaram sem prestar nenhum tipo de auxílio”, disse. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.