Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Extra entrega TV de R$ 6.600 quebrada

Leitor afirma que, ao pedir a troca do produto, empresa negou atendimento. Não esperava isso de uma marca tão grande, diz

Laíssa Barros
São Paulo

O autônomo Rogério Vieira, 40 anos, Jardim Santo Antônio (zona sul), reclama que comprou uma televisão no site Extra.com e o produto chegou quebrado em sua casa. 

“Fui instalar o televisor e, ao tirá-lo da caixa, percebi que o equipamento estava com escoriações. Além disso, havia uma marca na tela do produto. Entrei em contato com o Extra , mas eles  disseram que eu não tinha direito a troca. Não entendi essa resposta, não fazia nem uma semana que eu tinha comprado a televisão”, explica Vieira.

O leitor diz que economizou por muito tempo para realizar o sonho de ter a TV. 
“Paguei R$ 6.600. Não foi barato. Pensei que estava realizando um sonho, mas agora estou no prejuízo. Como podem enviar um produto quebrado e depois falar que não vão trocar? Isso não está nem um pouco certo. Tenho meus direitos.”

O autônomo diz que se sente desiludido com a postura da loja. “Não esperava que uma empresa tão grande fosse tão péssima em resolver um problema que eles mesmos causaram. Peço a ajuda do Defesa do Cidadão para conseguir a troca do produto ou o meu dinheiro de volta”, diz.
 

Rogério Vieira, 40 anos, conta que economizou por alguns meses para conseguir comprar o televisor, que não chegou nem a ser usado, pois foi entregue com marcas e riscos na tela   - Ronny Santos/Folhapress

Supermercado trocará produto

O Extra.com informa que solicitou a troca do aparelho até o dia 31 de julho. A empresa diz ainda que permanecerá em contato com o leitor até a resolução do caso. 

Em nova conversa com a reportagem do Agora, Vieira confirmou a ligação do Extra.com e disse que esperará pela resolução total da situação. “Espero que dê tudo certo. Só quero o produto que comprei sem nenhum defeito.”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.