Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Cliente reclama de cobrança da Sabesp

Aposentado afirma que, nos últimos meses, a concessionária de água está lhe mandando contas acima de sua média de consumo

Havolene Valinhos
São Paulo

O aposentado Antero Ferreira Lima, 76 anos, da Brasilândia (zona norte), afirma que sempre pagou uma média mensal entre R$ 48 e R$ 50 na conta de água de sua residência. 

No entanto, o leitor relata que, há aproximadamente três meses, a Sabesp trocou o registro de sua casa e, desde então, ele recebe faturas no valor de mais de R$ 100. “Isso é um absurdo. Já enviaram conta de R$ 118, R$ 125 e a última cobraram R$ 134,38”, queixa-se o leitor à reportagem.

Lima diz que entrou em contato com a concessionária de água e registrou algumas reclamações. 
Ele afirma também que  foi pessoalmente a um posto da Sabesp. Porém, reclama que continua sem atendimento para o seu caso. 

“Fui à unidade da Sabesp na Vila Nova Cachoeirinha (zona norte), e o primeiro problema que encontrei foi a demora no atendimento. Estava na fila preferencial e, mesmo assim, tive que aguardar 50 minutos para chamarem a minha senha”, conta o aposentado.

“Depois, disseram que eu tinha duas contas de água em aberto. Sendo que provei que uma delas já havia sido paga em débito automático e a outra ainda iria vencer.” O leitor afirma que está desanimado. “Mesmo reclamando, dizem que os valores estão corretos.”

O aposentado lamenta o tratamento que recebe. “Pago os meus impostos, mas tenho que passar por uma situação como essa.”

Lima relata que já registrou reclamações no posto da Sabesp, mas situação continua sem solução; ele diz que recebeu uma fatura de R$ 134,38  - Rivaldo Gomes/Folhapress

Empresa identifica vazamento

A Sabesp informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que realizou vistoria no imóvel e constatou vazamento nas instalações internas, orientando o cliente a realizar o conserto.

A concessionária diz ainda que as contas de junho, julho e agosto foram revisadas pela companhia. 
Em novo contato com o Agora, o leitor afirmou que a Sabesp trocou o relógio de água, identificou um vazamento e prometeu dar um desconto. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.