Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Leitora quer mudança de passagem depois de voo cancelado  

Bancária comprou bilhete no site Decolar.com; veja outras reclamações

Laíssa Barros
São Paulo

A bancária Giovanna Malagrino, 25 anos, de Moema (zona sul), conta que, em junho, comprou passagens de avião pelo site Decolar.com, mas, no fim de agosto, quase na data de embarque de sua viagem, recebeu um comunicado do site dizendo que o voo de ida seria cancelado. 

“Eles me disseram que minha passagem estava marcada para o dia em que a companhia área do voo, a British Airways, entraria em greve e por isso o voo seria cancelado. Até aí tudo bem, pensei que a Decolar resolveria a questão. No entanto, já se passaram mais de dez dias e nada foi solucionado”, conta a leitora. 
Segundo a bancária, todos os atendentes do SAC da empresa foram solícitos, mas ninguém chegou, efetivamente, a responder em qual outro voo ela viajará. 

“Só recebi mensagens padronizadas de que estão analisando o meu caso. Viajo daqui uma semana,  tenho um curso pago, outras passagens e acomodações confirmadas, não posso cancelar tudo. Por isso, queria uma realocação da passagem. Como comprei pelo site, gostaria de ter algum tipo de apoio da empresa”, afirma Giovanna. 

 
0
Bancária comprou bilhete no site Decolar.com, mas voo foi cancelado - Gabriel Cabral/Folhapress

Decolar vai devolver o dinheiro

A Decolar informa que, em parceria com a companhia aérea, realizará o reembolso dos valores. Em novo contato com o Agora, a leitora confirmou que receberá o dinheiro investido e que comprará uma nova passagem para realizar a viagem. 

Veja outras reclamações

Claro 

A psicopedagoga Ana Beatriz Pereira, 34 anos, da Vila Guilherme (zona norte), conta que foi vítima de um golpe e vários chips da Claro foram registrados em seu nome. “Liguei para a Claro e disseram que estava tudo resolvido, mas depois de uns dias chegaram as cobranças”, disse a leitora. 


Resposta 

A Claro informa, em nota, que solucionou o caso. Ao Agora a leitora confirmou a informação. 
Santander Alexandre Vital de Lira afirma que abriu uma conta-salário no Santander há alguns meses, mas a empresa vem descontando 30% de seu pagamento mensalmente. “Tenho uma dívida anterior com o banco, mas ela não tem relação com essa nova conta.” 

Santander 

Alexandre Vital de Lira afirma que abriu uma conta-salário no Santander há alguns meses, mas a empresa vem descontando 30% de seu pagamento mensalmente. “Tenho uma dívida anterior com o banco, mas ela não tem relação com essa nova conta.” 


Resposta

O Santander esclarece que o débito recuperado do cliente foi estornado e também foi realizado um acordo. 

Enel 

O aposentado Romão Freitas, 67 anos, de São Caetano do Sul (ABC), reclama que, desde julho, sua rede elétrica vem sofrendo oscilações, pois alguns fios estão derretidos. “Entramos em contato com a Enel, mas nada foi feito”, conta o leitor. 


Resposta

A Enel informa que a situação da rede elétrica no local foi normalizada no dia 30 de agosto. Em novo contato com o Agora, o leitor afirma que a empresa começou a troca dos fios no dia 30, mas ainda não concluiu o serviço. “Pediram dez dias para a finalização.”

"Atrasei o pagamento das minhas últimas faturas da Net. A empresa me ofereceu, então, uma proposta de 50% de desconto no valor total do que devia. Não aceitei de imediato, mas, depois, quando fui autorizar o acordo, disseram que não poderiam mais liberar a promoção. Quero o desconto novamente", diz Jamile Mabaraq Alves, 68 anos 


Resposta

A Net informa que entrou em contato com a cliente e solucionou o caso. 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.