Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Cliente reclama de atendimento da Oi

Aposentado da zona leste afirma que operadora não quer trocar seu chip

Havolene Valinhos
São Paulo

O aposentado Antônio Fernando Almeida Santos, 72 anos, de São Mateus (zona leste), conta que é cliente da Oi e precisa trocar seu chip, pois o que ele tem é incompatível com seu novo celular, mas, segundo ele, a operadora sempre inventa uma desculpa para não realizar o procedimento. 

“Fui pessoalmente a uma loja na Oi no Shopping Aricanduva (zona leste) para tentar resolver a situação, afinal preciso usar o telefone, que está parado, esperando essa confusão se resolver. Um dos atendentes da loja disse que, como era sábado, não poderia fazer a troca. Certamente foi uma desculpa, pois retornei durante a semana e a mesma pessoa disse que o serviço só seria feito na próxima segunda-feira”, queixa-se o aposentado à reportagem.

Gabriel Cabral/Folhapress

O leitor diz estar cansado da situação e, por isso, recorreu ao Defesa do Cidadão. “Por telefone não fazem nada e, pessoalmente, ficam empurrando o serviço com a barriga. Só quero que o meu telefone funcione.” 

Operadora enviará novo chip ao leitor

A Oi esclarece, em nota enviada por sua assessoria de imprensa, que entrou em contato com o cliente e informou que fez o envio de um novo chip para ele. Em novo contato com o Agora, o leitor confirmou a ligação da operadora e disse que ainda está aguardando receber o novo chip e a situação ser resolvida. 

Outras reclamações

Itaú 

O analista Adriano da Silva Santos, 42 anos, da Vila Carrão (zona leste), afirma que, no dia 17 de outubro, quitou uma dívida com o Itaú, mas reclama que o banco continua fazendo de cinco a dez ligações de cobranças por dia para telefones de parentes. “Já ligaram para todo mundo da minha família. É um absurdo.” 


Resposta 

O Itaú informa, por meio de nota, que a questão foi esclarecida e o cliente ficou de encaminhar o comprovante solicitado. O banco diz ainda que, com relação aos contatos, providenciou a atualização do cadastro, cujos ajustes estarão evidentes em 15 dias.


Vivo 

Marisa Senhorinha de Lima, 45 anos, do Jardim Ester Yolanda (zona oeste), conta que, desde o dia 4 de outubro, sua linha de telefone fixo não está funcionando. “Minha mãe é idosa e precisamos desse telefone. Quero que resolvam.” 


Resposta 

A Vivo informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que, após ajustes técnicos, o serviço da cliente está funcionando normalmente. A empresa diz ainda que a consumidora Marisa Senhorinha de Lima será ressarcida com crédito em conta telefônica, com valor correspondente ao período em que o serviço apresentou falha.

Caixa

Eduardo Carneiro de Almeida, 47 anos, de Guarulhos (Grande SP), conta que está tendo problemas para fazer seu Cartão do Cidadão na Caixa Econômica Federal. “Tentei, por várias vezes, fazer o cadastro pela internet e não obtive sucesso”, queixa-se o leitor. 


Resposta 

A Caixa informa, por meio de sua assessoria de imprensa, que o procedimento a ser adotado nesses casos é o cliente levar na agência os documentos originais de identificação para que seja providenciada a regularização do cadastro do trabalhador. 

Magazine Luiza

"Sempre paguei no meu cartão de crédito do Magazine Luiza uma taxa referente a um “seguro-desemprego”. No entanto, em maio, fui demitido e não recebi nada deles", diz Gilson Oliveira dos Santos, 59 anos, Suzano


Resposta 

O Magazine Luiza informa que, em análise dos documentos enviado pelo cliente, o desligamento do emprego foi realizado em maio deste ano, mas não houve o pagamento do seguro de dois meses anteriores ao desligamento e, por isso, houve a quebra de contrato e ele não recebeu os valores. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.