Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Cliente cobra indenização da Enel

Aposentado diz que queda de energia queimou seus eletrodomésticos

São Paulo

O aposentado José de França, 64 anos, de Pirituba (zona norte), afirma que, no dia 27 de novembro de 2019, uma queda de energia queimou alguns equipamentos eletrônicos em sua casa e que, até agora, não conseguiu receber nenhuma indenização da Enel. 

Gabriel Cabral/Folhapress

“Entrei em contato com a distribuidora de energia para que fizessem o ressarcimento dos valores ou então consertassem os eletrodomésticos. Informaram que eu deveria preencher alguns documentos contando o ocorrido e entregasse um orçamento dos valores. Também pediram para que eu aguardasse uma sinalização deles. O que nunca aconteceu”, diz o leitor. 

França diz que não quer ficar no prejuízo, mas não consegue contato com nenhum responsável da Enel.
“Perdi geladeira, rádio, micro-ondas e relógio. Não tenho condições de comprar novos equipamentos e nem acho justo. Não acredito que no primeiro momento demonstraram interesse no meu caso e, depois, sumiram”, afirma o leitor. 

Enel: 0800-7273110

Empresa nega orçamentos apresentados

Em nota, a Enel informa que tentou diversas vezes contato com o cliente, sem sucesso. A distribuidora esclarece que encaminhou carta informativa avisando que os orçamentos apresentados não foram aceitos, pois as empresas não possuem registro de atividade de reparo ou manutenção de equipamentos. 

_______________________________________________________________________________

Veja outras reclamações

TIM

A dona de casa Marina Queiroz Barros, 57 anos, de Santo André (ABC), conta que está tendo problemas com um chip da operadora TIM que comprou recentemente. “Por causa do péssimo atendimento dos funcionários da TIM, ainda não consegui desbloquear meu chip!”, diz a leitora. 

Resposta

A TIM informa, por meio de nota, que tentou contato por diversas vezes com a leitora, mas não obteve êxito. A operadora afirma ainda que está à disposição para esclarecer os questionamentos.

Claro

O aposentado João Lourenço de Resende Berti Oliveira, 63 anos, de Praia Grande (71 km de SP), conta que registrou o seu número de celular para não receber ligações de telemarketing da Claro. No entanto, afirma que continua a receber os telefonemas da operadora. 

Resposta 

A Claro, por meio de nota, informa que está em contato com João Lourenço de Resende Berti Oliveira e está realizando os ajustes necessários. A operadora diz ainda estar à disposição por meio de todos os canais de atendimento: SAC 1052, fale conosco, chat, atendimento por carta e site www.claro.com.br.

Vivo

O aposentado José de Moreira, 61 anos, da Vila Carmosina (zona leste), reclama que a Vivo cortou a sua linha de telefone fixo sem qualquer aviso prévio. Segundo o leitor, a empresa parou de enviar os boletos. “Liguei muitas vezes na central de atendimento ao consumidor para pedir que mandassem as faturas e que me explicassem o problema. Agora, cortam o meu serviço. É inaceitável”, afirma Moreira. 

Resposta  

A Vivo informa, por meio de nota, que, após ajustes técnicos, foi possível reativar a linha do cliente. A operadora diz ainda que o cliente confirmou o pleno funcionamento do serviço.

Estou tentando comprar um celular no site do Ponto Frio, porém o preço cobrado está diferente do anunciado. Na propaganda, eles informam que o produto custa R$ 1.299,  mas, quando entro no site, o mesmo celular custa R$ 1.599. Não é justo! 

Ponto Frio

O analista Humberto César de Oliveira Batista, 36 anos, do Jaraguá (zona norte), afirma que está tentando comprar um celular no site do Ponto Frio, porém o preço cobrado está diferente do anunciado. "Na propaganda, eles informam que o produto custa R$ 1.299,  mas, quando entro no site, o mesmo celular custa R$ 1.599. Não é justo!"

Resposta

O Ponto Frio informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que o consumidor já está sendo atendido pela diretoria de clientes e nos demais canais da marca. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.