Volvo XC90 ganha versão esportiva

Jipão de luxo mantém a motorização híbrida de 412 cv de potência

Fernando Pedroso
São Paulo

Como se já não pudesse ser chamado de esportivo, o utilitário Volvo XC90 agora tem visual para combinar com esse adjetivo.

A versão R-Design, que chega às lojas neste mês por R$ 429.950, traz um visual mais invocado do que a versão T8 tradicional, sem os adereços esportivos.

De diferente traz rodas de 22”, grade e para-choque dianteiro exclusivos, pintura cinza-fosca nos retrovisores e em outros detalhes.

Por dentro, o destaque fica para o acabamento completamente preto, que contrasta com a oferta de interiores claros de outras versões.

Alguns detalhes são de fibra de carbono.

Apesar do visual esportivo, o conjunto mecânico do XC90 T8 R-Design não muda em relação ao do Inscription. O motor é um 2.0 turbo de 324 cv que trabalha com um câmbio automático de 8 velocidades. Há, ainda, um motor elétrico que gera até 88 cv e que pode ser utilizado sozinho ou combinado ao motor a combustão.

Juntos, os dois motores entregam 412 cv de potência nas quatro rodas _ a tração é integral. O único tempero esportivo no conjunto são as aletas para mudança de marcha atrás do volante.

No XC90, a condução pode ser semi-autônoma, o que inclui sistema que mantém o carro entre as faixas, frenagem automática e sensores que percebem se o motorista está cansado ou desatento. Neste caso, há avisos sonoros e visuais para acordá-lo.

O jipão tem também sete airbags na cabine.

Curioso é um sistema que, caso o motorista entre na contramão e um carro esteja vindo no sentido contrário, o XC90 volta automaticamente para a pista correta. O sistema funciona entre 60 km/h<ju>e 140 km/h.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.