Volkswagen T-Cross 1.0 mescla estilo com economia

Com motor 1.0, SUV entra na onda dos jipinhos sem gastar muito combustível

Fernando Pedroso
São Paulo

Os utilitários esportivos já alcançaram um quarto do mercado esportivo e um dos mais recentes lançamentos dessa categoria é o Volkswagen T-Cross.

Um dos atrativos dele é o motor 1.0 turbo de sua versão inicial, que custa R$ 94.490 e já bem equipada. Entre os itens de série estão controles de tração e de estabilidade, quatro airbags, central multimídia com conexão a celulares, entre outros.

Comparando com Honda HR-V, por exemplo, a versão mais barata custa R$ 94.400, mas fica devendo a tela multimídia e os airbags laterais. O motor, no entanto, é 1.8 de 140 cv.

Apesar de menos potente, com 128 cv, o 1.0 do T-Cross não faz feio, mesmo com o porte do carro. Tem aceleração rápida e boas retomadas, com ajuda da rápida caixa de câmbio automática de seis marchas.

Em baixas rotações acaba entregando a baixa cilindrada do seu motor, mas é só até a turbina começar a trabalhar. Logo aos 2.000 rpm aparecem os 20,4 kgfm de torque máximo, medida que dá o nome à versão: 200 TSI.

E o principal: bebe pouco. Ao longo do teste do Agora, o SUV da Volks fez média de 12 km/l na cidade. Ao enfrentar a estrada, a média subiu para 16 km/l, com quatro pessoas a bordo e o porta-malas cheio. Número digno de carro popular. 

E tudo com um certo conforto. Apesar de menor do que a maioria dos seus concorrentes, o T-Cross oferece bom espaço interno graças à longa distância entre os eixos, a mesma do Virtus, de quem empresta a base mecânica. Essa medida é uma das maiores da categoria.

Mas a semelhança com carros populares não está só na medida do motor e no consumo. O acabamento do T-Cross mais simples abusa dos plásticos escuros e simples. Havia peças mal encaixadas na unidade testada.

Além disso, quem conhece o Polo vai sentir uma certa falta de criatividade no desenho do painel. Os dois são muito parecidos, mas isso é uma característica da marca. Não dá para esperar ousadia nenhuma da Volkswagen.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.