Zezé Motta relata reações racistas a novela em que ela fazia par com Marcos Paulo

Atriz falou sobre episódios ocorridos em 'Corpo a Corpo' no Conversa com Bial

Conversa com Bial
Zezé Motta e Pedro Bial no Conversa com Bial - Reprodução
São Paulo

Em entrevista a Pedro Bial na sexta-feira (20), pela Globo, Zezé Motta relembrou que sofreu grandes ataques do público quando formou casal com Marcos Paulo na novela “Corpo a Corpo” (1984), de Gilberto Braga. “Foi feita uma pesquisa sobre o que as pessoas achavam desse casal e todos nós ficamos muito chocados com certas reações”, disse Zezé.

"Teve um senhor que falou que não acreditava que o Marcos Paulo estivesse precisando tanto de dinheiro para passar pela humilhação de ter que beijar uma mulher negra, feia e horrorosa como eu, na boca”, lembra Zezé. A trama do casal tinha como objetivo justamente provocar reflexão sobre preconceito a casais inter-raciais.

FRASE

"‘Antes era escravidão... Agora é racismo, né mãe?’ Foi meu filho Roque que chegou a essa conclusão e me disse essa frase hojẽ. Dia 20 de novembro. Dia da Consciência Negra"

Regina Casé no Instagram, sobre o filho de 7 anos

Regina Casé e o filho, Roque
Regina Casé e o filho, Roque - @reginaCasé no Instagram

VALE A PENA VER DE NOVO

É irresistível voltar ao foco de Juliana Paes quando ela nos brinda com uma foto como esta, em um cenário como as Ilhas Maldivas. Longe dos estúdios há mais de um ano, desde “A Dona do Pedaço”, ela foi beneficiada com longo descanso após quase emendar três novelas como protagonista. A ideia da direção da Globo era que ela desse um descanso à imagem, mas a pandemia forçou a exibição de reprises, e acabamos sendo contemplados com mais Juliana Paes, primeiro em “Totalmente Demais”, e agora em “A Força do Querer”, sem falar em “Laços de Família”, sua estreia na TV, no Vale a Pena Ver de Novo.

SAUDADE

Os filhos de Gugu Liberato, João Augusto e as gêmeas Sofia e Marina, falaram ao apresentador do Domingo Espetacular, Eduardo Ribeiro, para o programa que vai ao ar neste domingo (22). O trio endossa a campanha Gugu Vive, em prol da doação de órgãos, e conta como tem lidado com a saudade do pai.

“Eu fiz questão de entrar no carro e trazer o caixão, queria ver as pessoas na rua e de frente, porque elas estavam sentindo o que a gente estava sentindo”, relata João Augusto sobre o cortejo fúnebre do pai, morto aos 60 anos, após uma queda de quatro metros, em casa, em Orlando,nos Estados Unidos.

Domingo Espetacular - Gugu Liberato
Os filhos de Gugu Liberato, João Augusto e as gêmeas Sofia e Marina, falam ao Domingo Espetacular no primeiro aniversário de morte do pai - Divulgação/ TV Record

XÔ, COVID!

Uma semana depois de encerrar as gravações de “Amor de Mãe”, Taís Araújo foi surpreendida pela infecção de Covid-19. O marido tampouco escapou: Lázaro Ramos festejou o especial “Falas Negras”, dirigido por ele, com atuação de Taís no papel da ex-vereadora Marielle Franco, exibido na noite de sexta (20), pela Globo. Os dois estão em casa, com sintomas leves.

Tais Araujo e Lazaro Ramos como Tabata e Cadu - Estevam Avellar/Globo

VENDE-SE

O álbum “Double Fantasy” autografado por John Lennon para o seu assassino, Mark David Chapman, horas antes de ele atirar contra o ex-Beatle, vai à leilão, na segunda-feira (22), com preço mínimo de US$ 2 milhões (cerca de R$ 10,7 milhões).
Chapman atirou quatro vezes contra Lennon próximo do edifício Dakota, em Nova York, onde o músico morava com Yoko, em dezembro de 1980. Segundo o site TMZ, este disco já foi vendido duas vezes: em 1999 e 2010, por R$ 4,3 milhões.

Álbum "Double Fantasy" autografado por John Lennon para seu assassino, Mark David Chapman
Álbum "Double Fantasy" autografado por John Lennon para seu assassino, Mark David Chapman - Goldin Auctions

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.