Descrição de chapéu Zona Sul

Médico é preso por suspeita de abuso sexual

Ginecologista estava foragido

Alfredo Henrique

O médico Rogério Pedreiro, 55 anos, foi preso na tarde de quarta-feira (10) em Indianópolis (zona sul), após ficar dois meses foragido por conta de acusações de abusos sexuais feitas por pacientes. A defesa do médico não foi encontrada.

Segundo a polícia, o ginecologista trafegava pela avenida Ibirapuera quando policiais militares resolveram checar as placas do veículo em que estava. Após a verificação dos dados do Hyundai Creta do acusado, os PMs constataram que o veículo pertencia a um foragido da Justiça. Pedreiro foi abordado e acabou preso na altura do número 2.778 da via. Ele não resistiu à prisão. 

0
Polícia faz ronda em Suzano (Grande SP) - Bruno Santos - 14.mai.18/Folhapress

O médico foi condenado pelo abuso sexual de oito pacientes, em 26 de março, pela 14º Vara Criminal de São Paulo. A Justiça aplicou contra ele uma pena de quatro anos e cinco meses pelos crimes de violação sexual mediante fraude, pela acusação de Pedreiro usar sua profissão para cometer os crimes contra as pacientes.

O ginecologista, segundo a polícia, era investigado desde 2010.

Após a prisão, feita por policiais do 12º Batalhão da PM, o ginecologista acabou encaminhado ao 27º Distrito Policial (Campo Belo) e submetido a exame de corpo de delito e encaminhado para “um estabelecimento prisional adequado”.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.