Descrição de chapéu Grande SP

Polícia prende suspeito de ataque em Guararema

Duas mulheres foram detidas por ajudar homem a fugir

Alfredo Henrique
São Paulo

Um homem foi preso na manhã de ontem em Guararema (Grande SP) suspeito de integrar uma quadrilha que explodiu duas agências bancárias da cidade, anteontem. Além dele, duas mulheres, que teriam tentado ajudá-lo a fugir, também foram detidas. Até o momento, quatro suspeitos de integrar o bando estão presos.

Segundo a polícia, o suspeito, 27 anos, foi encontrado em uma área de mata da cidade. Ao ser pego, teria alegado que “estava caçando”. As duas mulheres, de 31 e 24 anos, são respectivamente irmã e namorada dele. Elas estariam o esperando em um carro, com o qual iriam “resgatá-lo”, explicou uma fonte policial.

Após a prisão, o trio foi encaminhado ao Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), na capital, onde prestaram depoimento. Uma fonte ligada à investigação disse, em sigilo, que a namorada do suspeito afirmou ter recebido um telefonema do companheiro, para buscá-lo em Guararema.

Onze criminosos foram mortos pela Polícia Militar após explodirem duas agências bancárias, por volta das 3h de anteontem no centro de Guararema. Nenhuma quantia em dinheiro foi levada das agências pela quadrilha.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.