São Paulo tem o 2º caso de sarampo confirmado

Primeiro caso foi de um bebê de cinco meses que viajou para a Noruega

Yala Santos
São Paulo

Um paciente que veio de Malta é o segundo caso confirmado de sarampo na capital. O primeiro foi de um bebê de cinco meses que viajou para a Noruega e contraiu a doença. Este ano, a cidade monitora 35 casos suspeitos após quatro anos sem nenhuma ocorrência.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde não deu detalhes sobre os dois pacientes com a doença, mas garantiu que não existe nenhum caso autóctone (quando a pessoa pega a doença no local em que mora).

Na manhã de sexta-feira (5), equipes da Saúde fizeram vacinação de porta em porta em escritórios na avenida Paulista e na Santa Cecília (região central).

O governo estadual não confirma registros da doença. No entanto, a Prefeitura de Santos (72 km de SP) registrou um caso autóctone de sarampo na cidade ​_uma menina, de 4 anos. Em fevereiro, a Saúde do estado, registrou 21 casos de sarampo na tripulação do cruzeiro Seaview, da MSC, que atracou no porto do município.

O sarampo é uma doença infeciosa transmitida por vírus. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.