Policiamento na Virada Cultural será maior neste ano

Eventos acontecem entre sábado e domingo na capital

Leonardo Zvarick
São Paulo

A Virada Cultural terá um reforço de 30% no policiamento durante a edição deste ano, que ocorre no próximo fim de semana. Um efetivo de cerca de 5 mil PMs por dia será encarregado da segurança do evento, que promete ser o maior dos últimos anos.

Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá em Legião Urbana se apresentam, em 2018, no Boulevard São João (região central) - Diego Padgurschi - 20.mai.2018/Folhapress

A expectativa da Secretaria Municipal de Cultura, sob gestão Bruno Covas (PSDB), é atrair 5 milhões de pessoas durante os dois dias - no ano passado foram 3 milhões.

Artistas como Anitta, Ludmilla, Pabllo Vittar e Caetano Velloso devem se apresentar ao público paulista.

Ao todo, serão mais de 500 shows em 35 palcos espalhados pela cidade, sendo 27 deles na região central.

A avenida Paulista permanecerá fechada aos carros das 18h do sábado às 18h do domingo e o metrô ficará aberto 24 horas durante os dois dias do evento.

A edição deste ano traz novamente a proposta de descentralização, levando grandes palcos às periferias da cidade.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.