Descrição de chapéu Grande SP

Justiça manda prefeitura de Osasco construir viaduto

Decisão é para atender moradores de novo conjunto habitacional

Leonardo Zvarick
São Paulo

Depois de sete meses de atraso, moradores de Osasco (Grande SP) terão acesso aos apartamentos do condomínio residencial Miguel Costa, por determinação da Justiça. As mudanças devem começar no dia 7 de julho.

0
Passagem de nível da CPTM ao lado da estação Quitaúna da CPTM foi fechada pelo Exército em março com um portão de ferro - Rubens Cavallari - 23.abr.19/Folhapress

O conjunto habitacional, construído pelo programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, tem 48 prédios e capacidade para 960 famílias.

A demora na entrega das chaves, que se arrasta desde dezembro, se deve a um impasse entre a Prefeitura de Osasco, sob gestão Rogério Lins, a CPTM e o Exército Brasileiro.

O problema gira em torno da estrada que dá acesso ao condomínio. Para chegar aos prédios de carro, é preciso cruzar a linha férrea pela avenida dos Autonomistas, na altura da estação Quitaúna. Uma cancela, porém, foi instalada para acesso exclusivo dos militares a uma base ao lado dos trilhos.

A solução determinada pela Justiça, após ação do MPF, é que a prefeitura deve construir um viaduto sob a avenida em até 24 meses. Segundo a gestão municipal, já existe um projeto orçado em R$ 18 milhões.

Enquanto o viaduto não estiver pronto, a prefeitura deve disponibilizar bolsões de carros para os moradores e traslado da avenida dos Autonomistas até o condomínio. A CPTM estuda a melhor forma de possibilitar o acesso sem impactar a sua operação.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.