Descrição de chapéu Interior

Mulher é morta por levar doce em vez de salgado a festa junina

Suspeito se apresentou à polícia, mas foi liberado porque o flagrante já havia passado

Alfredo Henrique
São Paulo

Uma dona de casa de 25 anos foi assassinada com três tiros no rosto pelo fato de ter levado um bolo a uma festa junina. Segundo a polícia, Vanderléia Inácio dos Santos teria combinado de levar salgados ao evento. O crime ocorreu na noite do último dia 15 em Sete Barras (203 km de SP).

A troca do doce pelo salgado é que teria provocado a discussão com o acusado pelo crime, um homem de 47 anos.

A dona de casa Vanderléia Inácio dos Santos, 25 anos, foi morta a tiros, na frente dos filhos, por levar um bolo ao invés de salgados a uma festa junina no interior de São Paulo - Reprodução/Facebook

Uma testemunha disse que a vítima e o suspeito discutiram em um bar. Após o entrevero, o homem teria ido até o seu carro, pegado uma arma de fogo e disparado contra Vanderléia, segundo a Polícia Civil.

O homicídio ocorreu na frente dos filhos da vítima: três crianças de 8, 6 e 4 anos, além de um bebê de 10 meses. O assassino fugiu em seguida.

O suspeito se apresentou à polícia na quarta-feira (19). Ele não foi preso, pois o limite de tempo para sua prisão em flagrante já havia sido ultrapassado.

O caso foi registrado como homicídio qualificado na delegacia da cidade.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.