Polícia investiga morte de bebê em Suzano

Criança de 5 meses tinha sinais de violência sexual, segundo investigação

Alfredo Henrique
São Paulo

Um bebê de cinco meses morreu, na noite deste domingo (16) em Suzano (Grande SP), após dar entrada no hospital com sinais de violência física e sexual. Ninguém havia sido preso até a conclusão desta edição. 

Segundo a polícia, Aysha Eloá Cabral, que completaria seis meses nesta terça-feira (18), deu entrada em um pronto-socorro da cidade, já com parada respiratória. No local, ela teve uma parada cardíaca e não resistiu.

Boletim de ocorrência afirma que a bebê apresentava "alguns hematomas, assim como sinais de violência sexual".

A mãe de Aysha, uma diarista de 21 anos, afirmou não ficar com a filha, deixando os cuidados da criança a cargo da irmã, identidade não informada.

A polícia investiga quem seria o autor do crime.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.