Frente fria deve chegar a São Paulo nesta quarta-feira

Madrugada de sábado terá mínima de 7°C

São Paulo

A partir da próxima quarta-feira (3), uma frente fria intensa oriunda da América do Sul deve atingir a capital paulista causando chuvas e diminuindo a temperatura. No sábado, São Paulo deve enfrentar a madrugada mais fria do ano, com mínima esperada de 7°C.

Movimento de pedestres na região central da capital em maio de 2018 - Rubens Cavallari - 21.mai.2018/Folhapress

Antes disso, o inverno - que começou no dia 21 de junho e vai até o dia 23 de setembro - estava pouco rigoroso, com tempo seco e temperaturas amenas. 

O meteorologista Thomaz Garcia, do Centro de Gerenciamento de Emergência Climáticas (CGE), explica que neste ano a influência do El Niño (aquecimento das águas do oceano Pacífico) faz com que as frentes frias da América do Sul tenham dificuldade de chegar até o sudeste brasileiro. 

“Temos um bloqueio atmosférico acontecendo devido a uma grande massa de ar seco no Brasil. Essa massa impede a passagem de frentes frias, apenas uma onda de frio muito intensa consegue furar o bloqueio”, explica. 

Para meteorologista Aline Tockio, do Climatempo, na noite de quarta-feira (3) a cidade deve presenciar bastante chuva. Em regiões como Parelheiros e ABC paulista, a temperatura pode chegar a 5°C.
 

A onda de frio deve durar até a próxima terça-feira (9), apesar disso, em decorrência do El Niño o inverno na capital paulista continuará mais quente que o usual.  

Segundo Tockio, “essa frente fria intensa já era esperada para o começo de julho, e deve ser a mais forte do ano, após isso, o inverno deve seguir até setembro sem ser muito rigoroso”. Ela também acredita que em regiões ao sul do país poderão ser observadas geadas. 
Garcia, do CGE, reforça que a partir de segunda-feira (8) a máxima em São Paulo deve retornar aos 20° C.

Além disso, com chuvas que devem atingir a cidade na próxima quinta-feira (4), a qualidade do ar irá melhorar. A partir da semana que vem, no entanto, os paulistas provavelmente enfrentaram mais um “bom período" de estiagem.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.