Descrição de chapéu Zona Sul

Justiça decreta prisão de acusados por tortura em mercado

Seguranças teriam usado chicote contra adolescente de 17 anos

Alfredo Henrique
São Paulo

A Justiça decretou nesta segunda-feira (16) a prisão preventiva dos dois seguranças acusados de torturar um adolescente de 17 anos, usando um chicote, dentro de um supermercado na zona sul da capital paulista em julho deste ano.

Waldir Bispo dos Santos, 49 anos, e Davi de Oliveira Fernandes, 37,  já estavam presos em cumprimento a um mandado de prisão temporária de 30 dias. Com a decisão judicial desta segunda, no entanto, eles ficarão presos até serem julgados, ou se conseguirem um habeas corpus para aguardar o júri em liberdade. 

Segundo imagens captadas por celular, feitas por um dos dois suspeitos pelo crime, o jovem é golpeado por um chicote enquanto é mantido nu e com a boca amordaçada. O motivo para o crime, segundo relatado pela vítima à polícia, foi pelo fato de ela ter furtado quatro barras de chocolate do supermercado Ricoy. 

Quando saía do mercado com os doces, ainda segundo a vítima, ela foi abordada por um segurança, de 49 anos, que teria ameaçado o jovem e o levado a um cômodo do supermercado, juntamente com outro segurança, de 37 anos. No local, teve início a sessão, que durou cerca de 40 minutos.  

Após a repercussão das imagens, que foram compartilhadas em redes sociais, os dois seguranças foram identificados pela polícia e indiciados pelo crime de tortura.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.