Descrição de chapéu Grande SP

Professora é vítima de sequestro relâmpago em São Bernardo do Campo

Docente ficou cerca de meia hora com os criminosos; ninguém foi identificado

Alfredo Henrique
São Paulo

Uma professora de 32 anos foi vítima de sequestro relâmpago, no momento em que chegava para trabalhar, por volta das 6h30 desta quinta-feira (26), em frente a uma escola municipal de São Bernardo do Campo (ABC). Os dois criminosos que a abordaram ainda não foram identificados pela polícia.

Paço Municipal de São Bernardo do Campo (ABC) - Moacyr Lopes Junior/Folhapress

Segundo a vítima disse em depoimento, ela estacionava seu Chevrolet Celta cinza quando foi abordada por dois ladrões. Um dos criminosos estava armado, acrescentou a educadora, e ambos entraram no carro anunciando o assalto e ordenando para que ela saísse do local com o veículo.

A vítima permaneceu em poder dos ladrões por cerca de 30 minutos. Durante este tempo, eles roubaram o celular, R$ 60 e documentos da professora. A dupla questionou se a educadora tinha dinheiro no banco. Ela disse que não, acrescentando que estava sem nenhum cartão bancário consigo.

Por conta do nervosismo, a professora admitiu à polícia que não se lembra do endereço onde os ladrões desembarcaram de seu veículo. Ela se lembra apenas que foi em uma avenida movimentada. 

Além disso, a professora também afirmou não conseguir reconhecer os criminosos, pois em nenhum momento os olhou durante a ação criminosa. 

Resposta

A Prefeitura de São Bernardo do Campo, gestão Orlando Morando (PSDB), disse que a educadora recebeu licença para se recuperar do trauma sofrido. O governo municipal acrescentou ainda que a Escola Municipal de Educação Básica José Cataldi, onde a docente foi abordada, conta com sistema de monitoramento com câmeras e também com rondas diárias da Guarda Civil Municipal.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.