Descrição de chapéu Zona Sul

Tentativa de roubo de joias tem sequestro, bomba falsa e tiros em São Paulo

Trio colocou colete com explosivo de mentira em funcionário; fuga teve atropelamento e troca de tiros

Julio Cesar Barros
São Paulo

Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) prenderam nesta quinta-feira (26) três suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubar joalheiras. 

Suspeitos são deitados durante prisão após batida em grade em frente ao parque do Ibirapuera; um terceiro acusado acabou baleado em troca de tiros   - Divulgação/Deic

O trio foi detido após perseguição e troca de tiros na avenida 23 de Maio (zona sul). Um dos suspeitos foi baleado e um motociclista acabou ferido depois de ser atropelado.

Segundo a polícia, o bando obrigou o gerente de uma joalheria a retirar R$ 200 mil em joias da loja em que trabalha, na rua São Bento (centro).

O gerente, de 30 anos, foi rendido quando saia de casa, na zona leste, levado num carro pelos três criminosos até a joalheira e obrigado a vestir um colete com falsos explosivos.

A vítima foi orientada sobre quais joias deveria retirar e onde se encontraria com o trio. Os ladrões passaram a orientar o gerente por celular.

Ao sair da loja com as joias, ele se apavorou quando a ligação com a quadrilha caiu. Assustado, foi ao encontro dos bandidos, que haviam fugido temendo que plano dera errado. A vítima foi auxiliada por dois policiais militares que patrulhavam o bairro.

Segundo o delegado Danilo Alexiades, a quadrilha já era monitorada. Os investigadores sabiam que um Honda City preto com queixa de roubo seria usado para roubar uma joalheria.

Investigadores do Deic saíram em diligência para tentar de localizar o veículo pela região central, identificaram o carro suspeito e passaram a persegui-lo na avenida 23 de Maio, no sentido centro-zona sul. “Os criminosos perceberam a presença da polícia e iniciaram a fuga pela avenida 23 de Maio em direção ao parque do Ibirapuera”, disse o delegado.

O carro bateu em vários veículos até atingir um motociclista. O veículo ficou desgovernado e acabou batendo em uma grade próxima do Ibirapuera, em frente ao Obelisco.

Um dos suspeitos, de 49 anos, levou dois tiros. Ele foi socorrido e preso depois, assim como os outros dois —ambos de 29 anos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.