Polícia Civil desinfecta viaturas que rodam no centro da capital paulista

Carros de transporte de presos também passaram por higienização

Cerca de 50 viaturas da Polícia Civil foram desinfectadas nesta terça-feira, em frente à 1ª Delegacia Seccional do centro, na região da Santa Efigênia, em SP.

A medida foi tomada para prevenir policiais e suspeitos de eventuais infecções por Covid-19. Também foram desinfectadas 12 viaturas de transporte de presos.

De acordo com a 1ª Seccional, as viaturas pertencem a 14 delegacias que cuidam da investigação de crimes na região central da capital paulista. A substância que aplicada nos veículos foi digliconato de clorexidina, que é utilizado como antisséptico químico.

Caso uma pessoa contaminada por coronavírus entre em algum dos veículos, segundo a polícia, o produto consegue impedir infecções dentro do carro por cerca de quatro horas. Após este período, é necessário aplicar novamente a clorexidina.

"Mas se nenhuma pessoa infectada entrar nas viaturas, o produto dura por tempo indeterminado" afirmou um policial, que pediu para não ser identificado.

Além de aplicar os produtos nas viaturas, a 1ª Seccional ainda afirmou ter distribuído álcool em gel em todas as suas unidades.

Também foram distribuídas máscaras e luvas para policiais civis que atendem ao público nos plantões poderem se precaver contra alguma contaminação.

A reportagem apurou que, desde o dia 16 deste mês, policiais das delegacias da região central da capital já usavam máscaras no atendimento.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.