Prefeito Bruno Covas é hospitalizado em São Paulo

Tucano, que faz tratamento contra um câncer, teve desconforto abdominal, segundo boletim médico, e está fazendo exames

São Paulo

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi hopitalizado na tarde desta quarta-feira (13), no hospital Sírio-Libanês (região central de São Paulo). O tucano faz tratamento contra um câncer na região do estômago, descoberto em outubro do ano passado.

A internação foi informada pela assessoria de imprensa do prefeito por volta das 23h desta quarta.

O prefeito Bruno Covas (PSDB), durante entrevista no último dia 4 de maio no Palácio dos Bandeirantes - Divulgação/Governo do Estado de Sao Paulo

Segundo boletim assinado pelos médicos Fernando Ganem e Maria Beatriz Souza Dias, Covas sentiu um desconforto abdominal entre a terça (12) e a quarta. Por isso, o prefeito foi internado para uma avaliação clínica.

"Os resultados iniciais dos exames sugerem tratar-se apenas de uma colite, inflamação do cólon", afirma o boletim. "Neste momento, o paciente encontra-se clinicamente muito bem, em observação médica enquanto aguarda a conclusão de exames complementares", afirma o texto assinado pelos médicos.

Segundo a nota da assessoria de Covas, o prefeito vem sendo acompanhado pelas equipes coordenadas pelos médicos David Uip, Dr. Roberto Kalil Filho, Artur Katz e Tulio Eduardo Flesch Pfiffer.

Covas teve diagnosticado um tumor no trato digestivo em exames realizados no fim de outubro de 2019 no próprio hospital da região da Bela Vista.

Em 19 de outubro, Covas sentiu-se mal e procurou o Hospital Albert Einstein (zona sul), onde foi diagnosticada uma erisipela (infecção de pele), e ele começou a tomar antibióticos. Quatro dias depois, o prefeito deu entrada no Sírio-Libanês e ficou internado. Na sequência, foi diagnosticada uma trombose das veias fibulares e, posteriormente, o câncer.

O prefeito retornou ao seu gabinete na prefeitura em 18 de novembro do ano passado. Ele foi internado oito vezes para sessões que quimioterapia, inclusive em UTI.

Em fevereiro, uma biópsia confirmou que o câncer persistia e ele passaria por imunoterapia.

Covas tem participado de atividades diárias no combate ao novo coronavírus na cidade de São Paulo, inclusive em reuniões e entrevistas coletivas com o governador João Doria (PSDB).

A agenda do prefeito nesta quinta-feira (14) prevê apenas uma reunião por videoconferência com secretários às 16h. Mas não informa se será feita do hospital.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.