Descrição de chapéu Coronavírus

Fiscais interditam 79 bares e restaurantes na 1ª semana de horário estendido em SP

Distrito com mais comércios fechados na capital paulista é o de Campo Limpo, na zona sul; estabelecimentos precisam fechar até as 22h

São Paulo

Fiscais da Prefeitura de São Paulo, gestão Bruno Covas (PSDB), interditaram em uma semana ao menos 79 bares e restaurantes da capital paulista, que desrespeitaram o decreto que limita o horário de fechamento, que desde a última quinta-feira (6) é até as 22h.

A extensão do horário de abertura de bares e restaurantes foi anunciada pelo governador João Doria (PSDB), no último dia 5, após pressão de empresários do setor, que reclamavam de terem de interromper o atendimento às 17h. Os estabelecimentos, porém, não podem abrir mais do que seis horas diárias, mesmo que funcionem em horário intercalado.

Desde então, o dia com mais interdições de bares e restaurantes foi o sábado (8), com 32 casos, seguido pela sexta-feira (7), com 26 estabelecimentos fechados, e o domingo (9), com 17, de acordo com a gestão Covas.

Estabelecimento lacrado pela Prefeitura de SP por funcionar em horário não permitido na zona leste - Alexander Tomaz Nobre - 11.jul.20/ Divulgação Subprefeitura Aricanduva

A região de Campo Limpo (zona sul) lidera as interdições, com nove comércios fechados no fim de semana, seguido por oito em Itaquera (zona leste), sete em Pirituba e seis na Brasilândia, ambos na zona norte.

Mais quatro locais forma interditados pelo governo municipal nesta terça-feira (11) em Pinheiros (zona oeste), em decorrência de "irregularidades cometidas no fim de semana", não especificadas pela prefeitura.

Uma tabacaria no Tatuapé (zona leste), que segundo a fiscalização "não respeitou regras vigentes de prevenção à Covid-19", também foi interditada e multada em R$ 9.380 pelas Subprefeituras Aricanduva/Formosa/Carrão e Mooca.

A fiscalização é feita diariamente, de acordo com o governo municipal, para verificar estabelecimentos que excedem o horário permitido de funcionamento, com apoio da Guarda Civil Metropolitana e da Polícia Militar.

Desde o início da quarentena, até a noite desta quarta-feira (12), 965 estabelecimentos já foram interditados por descumprirem prtocolos de prevenção ao novo coronavírus. Deste total, 564 são bares ou restaurantes.

São aplicados R$ 9.231,65 de multa por metro quadrado do comércio. Os estabelecimentos devem solicitar a desinterdição na subprefeitura da região.

Bares e restaurantes interditados

Sexta-feira (7)

  • Itaquera 8
  • São Mateus 8
  • Santana 4
  • Sé 3
  • VIla Mariana 2
  • Mooca 1
  • Total 26

Sábado (8)

  • Campo Limpo 9
  • Pirituba 4
  • Guaianases 3
  • Freguesia do Ó 3
  • Perus 3
  • Santana 3
  • Aricanduva 2
  • Sé 1
  • Ipiranga 1
  • Mooca 1
  • Penha 1
  • Vila Prudente 1
  • Total 32

Domingo (9)

  • Brasilândia 6
  • Campo Limpo 4
  • Guaianases 3
  • Pieiruba 3
  • Ipiranga 1
  • Total 17

Terça-feira (11)

  • Pinheiros (4)

Fonte: Prefeitura de São Paulo

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.