Fiscalização de São Bernardo, no ABC, já abordou mais de 5.000 em toque de recolher

Município, assim como a vizinha Santo André, adotou medida restritiva entre as 22h e as 4h do dia seguinte, quando só serviço essencial está liberado por causa da Covid

São Paulo

A cidade de São Bernardo do Campo (ABC) fechou 15 estabelecimentos comerciais, abortou 5.116 pessoas e fiscalizou 3.399 veículos até esta quinta-feira (3), quarto dia do toque de recolher noturno adotado para conter a alta nas taxas de internações pela Covid-19 no município e que entrou em vigor na segunda (31). O balanço foi divulgado pela gestão Orlando Morando (PSDB).

Santo André, da gestão Paulo Serra (PSDB), também adotou o toque de recolher. Segundo a administração tucana, a Guarda Civil Municipal abordou, ao todo, 259 veículos e orientou os motoristas.

Agentes da Guarda Civil Municipal abordam motorista durante blitz em horário de toque de recolher - Divulgação/ Ricardo Cassin/PMS

A GCM disse que os agentes estão espalhados em pontos estratégicos da cidade, principalmente em áreas que fazem divisa com outros municípios, para coibir a circulação de carros e pessoas.

Em São Bernardo, o período restritivo vai até 13 de junho. Já em Santo André, o toque de recolher termina no dia 14. Neste período, o comércio em geral das duas cidades poderá funcionar até às 21h. Depois, atendimento só no delivery. Já o transporte coletivo municipal estará suspenso das 22h às 4h. Além disso, ficará restrita a circulação de pessoas e veículos, com exceção dos casos de necessidade, urgência e emergência.

Toque de recolher em Santo André e São Bernardo

Horário de restrição: das 22h às 4h

Quando termina: 13 de junho (São Bernardo do Campo) e 14 de junho (Santo André)

São Bernardo

  • Atividades econômicas, sociais e administrativas poderão funcionar entre 6h e 21h com 40% de ocupação e uso obrigatório de máscara e álcool em gel, além da aferição de temperatura
  • Ônibus não poderão circular entre as 22h e as 4h
  • Delivery estará autorizado a funcionar até meia-noite
  • Sistemas drive-thru e de retirada só até as 21h
  • Poderão circular pessoas que estejam a caminho de serviços de urgência e emergência, farmácias, hospitais veterinários, bem como trabalhadores da indústria, telecomunicações e segurança
  • Poderão funcionar as atividades de serviços de limpeza pública, manutenção urbana e serviço funerário
  • Liberado transporte privado de passageiros
  • Será proibida a prática de esportes coletivos em áreas públicas e privadas, inclusive em clubes sociais e esportivos
  • Barreiras policiais serão montadas em pontos estratégicos pela força de segurança da cidade
  • De acordo com a prefeitura, a pessoa ou o estabelecimento comercial que descumprir o decreto poderão ser multados administrativamente e o local interditado.

Santo André

  • Atividades comerciais poderão funcionar entre das 6h às 21h com limite de 40% de ocupação

  • Ficará restrita a circulação de pessoas e veículos, com exceção dos casos de necessidade, urgência e emergência

  • Ônibus não poderão circular entre as 22h e as 4h

  • Delivery estará autorizado a funcionar até meia-noite

  • Parques municipais poderão funcionar entre 6h e 18h

  • Não está prevista aplicação de multa para quem descumprir o toque de recolher, mas sim ações de conscientização e orientação.

Fontes: prefeituras de Santo André e de São Bernardo do Campo

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.