Jovens enfrentam até 3 horas de fila para tentar xepa de vacina contra Covid em SP

Com o cadastro liberado para quem tem a partir de 18 anos nesta sexta (18), espera para doses excedentes chegou a ser maior do que a de quem foi se vacinar

São Paulo

Longas filas de jovens se formaram em frente às unidades de saúde, nesta sexta-feira (18), após a Secretaria Municipal da Saúde ter liberado a inscrição de maiores de 18 anos sem comorbidades para as doses remanescentes da vacina contra a Covid-19 na cidade de São Paulo.

Até esta quinta, só era permitido o cadastro na lista de espera para doses excedentes pessoas a partir de 50 anos, além de estudantes e estagiários de saúde.

As doses da xepa são aquelas que sobram em frascos abertos, mas não são aplicadas no público-alvo da campanha em horário próximo ao fechamento dos postos de saúde.

​Depois de abertos os frascos, as doses vencem depois de seis (no caso da AstraZeneca/Oxford e da Pfizer) e oito horas (a Coronavac, da Sinovac/Butantan).

No começo da manhã, o tempo de espera na UBS Nossa Senhora do Brasil, na Bela Vista (centro), chegou a três horas. Em outras unidades visitadas pela reportagem, a fila era, em média, de uma hora. E conforme elas aumentavam, os funcionários dos postos organizavam a logística para cadastramento.

O designer Leandro Luz, 31 anos, chegou à UBS da Bela Vista às 7h30 e ficou lá até às 10h30. "A fila, era única para a xepa e para a vacina, todo mundo junto ali", conta.

Ao longo da manhã, a dinâmica foi modificada e outra fila acabou criada apenas para aqueles que iriam tomar a vacina, o que acelerou o procedimento. "Eu não achei que ia demorar tanto. Tinha uma reunião às 8h30 e fiz tudo pelo celular, enquanto estava na fila", diz Luz.

A reportagem do Agora esteve na UBS Nossa Senhora do Brasil no horário de almoço e a espera era menor, mas a fila continuava longa. Ao meio dia, havia cerca de 80 pessoas aguardando a inscrição na xepa.

A publicitária Kamilla Grenzi, 27, se inscreveu na lista da unidade após 50 minutos de espera. Antes disso, no entanto, tinha ido até a UBS Boracéia, na Barra Funda (zona oeste), porque viu no filômetro— sistema da prefeitura que mostra se um posto de vacinação está lotado— , que a movimentação estava mais tranquila.

"Eu vi qual era o posto perto com menos fila e, quando cheguei lá, fiquei sabendo que tinha que tomar na mais próxima da minha casa. Não tinha lido essa informação em nenhum lugar", conta.

Inscrição da xepa da vacina contra a Covid-19 em postos de saúde para maiores de 18 anos formou longas filas em São Paulo. Foto na UBS Nossa Senhora do Brasil, na Bela Vista (região central).
Inscrição da xepa da vacina contra a Covid-19 em postos de saúde para maiores de 18 anos formou longas filas em São Paulo. Foto na UBS Nossa Senhora do Brasil, na Bela Vista (região central). - Rubens Cavallari/Folhapress

No centro de saúde Escola Geraldo de Paula Souza, no Sumaré (zona oeste), as pessoas que não moravam próximas à unidade também foram orientadas a procurar postos perto de casa para o cadastro.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, para se inscrever nas listas de espera, as pessoas devem procurar a unidade de saúde mais próxima de casa com comprovante de endereço, pois quando o funcionário da UBS ligar para oferecer a dose da xepa, já perto do horário de fechamento, é preciso ir rápido até o posto de saúde.

"Eu fiquei uma hora na fila e não pude fazer o cadastro, porque, pelo meu endereço, tenho que ir em outra UBS. É frustrante, porque isso não tinha sido informado em nenhum canal e o contato de telefone aqui da unidade não atendia para tirar dúvidas", diz o profissional de marketing Rodrigo Cardoso, 29.

Às 10h a fila do do posto do Sumaré tinha cerca de 60 pessoas e a espera média era de uma hora, mesmo tempo de espera na UBS Santa Cecília (zona oeste), onde o movimento para quem ia tomar vacina era tranquilo. Inclusive, foi possível ver pessoas desistindo de tomar a vacina após descobrirem que o posto estava aplicando apenas a Coronavac.

Uma das que aguardou para fazer o cadastro na xepa foi Martina Alzugaray, 22, que mora no Pacaembu e trabalha com audiovisual. Ela afirma que recebeu uma mensagem do irmão com a informação de que a inscrição estava aberta e foi correndo para a UBS de Santa Cecília.

“Eu preciso sempre ir para as ruas e entrar em contato com as pessoas, então ser imunizada é fundamental. Tenho boas expectativas e espero vacinar logo”, diz.

A bailarina e produtora Manuela Cabral, 30, que mora em Perdizes, ficou sabendo da inscrição para pessoas acima de 18 anos por meio de uma amiga. “Estou sonhando com o dia de tomar a vacina. Espero que seja antes do previsto", disse —pelo calendário divulgado nesta sexta, ela poderá tomar vacina a partir de 12 de agosto.

Inscrição da xepa da vacina contra a Covid-19 em postos de saúde para maiores de 18 anos formou longas filas em São Paulo. Foto no Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza, na Av. Dr. Arnaldo (zona oeste da capital paulista).
Inscrição da xepa da vacina contra a Covid-19 em postos de saúde para maiores de 18 anos formou longas filas em São Paulo. Foto no Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza, na Av. Dr. Arnaldo (zona oeste da capital paulista). - Rubens Cavallari/Folhapress

O publicitário Julio Fernandes, 24, que mora a apenas uma quadra da UBS Santa Cecília viu a notícia pelas redes sociais e aproveitou o horário de almoço para se cadastrar. “Eu sempre passeio com meus cachorros aqui na frente e vejo uma fila tranquila, mas hoje [sexta] fiquei impressionado com o tamanho para a xepa. Acho que vai demorar porque nunca vi tanta gente aqui”, disse.

O casal Jéssica Ferreira, 29, e Abel Gimenez, 30, ambos publicitários, também foram se registrar para as doses remanescentes. "Nossa expectativa é tomar a vacina, que é o único fator de segurança possível. Um passo a mais para que as coisas melhorem”, afirmou ele.

“O nosso maior receio é passar para alguém. Antes víamos nossa família quase que diariamente, mas agora vemos de 15 em 15 dias e sem poder abraçar ou ter qualquer contato, além de usarmos máscara. O contato mudou e sentimos falta desse afeto presencial”, completa Jéssica.

Já Laura Krakauer, 23 anos, que mora na Consolação e trabalha com marketing, passou por um imprevisto antes de ir para a UBS Santa Cecília.

“Recebi a notícia e corri para a UBS mais perto de casa, mas, depois de ficar 20 minutos na fila, me falaram que estava no local errado e me orientaram vir para cá. Agora estou enfrentando mais uma fila, mas espero que consiga tomar da xepa logo. Quanto antes melhor”, ressalta Laura.

No Busca Saúde, site da prefeitura, é possível descobrir a UBS mais próxima para o cadastro na xepa.

Serviço - xepa de vacina na cidade de São Paulo

Quem pode se inscrever

Pessoas a partir de 18 anos que devem ir pessoalmente às unidades básicas de saúde

Como se cadastrar

É preciso entrar na lista de espera da unidade de saúde mais próxima de onde estiver na hora que o atendente ligar

O que levar ao posto de saúde

Para se inscrever é necessário ter em mãos documento de identificação. Na capital, todos precisam apresentar comprovante de endereço da cidade de São Paulo

Quais vacinas estão sendo oferecidas?

As que estiverem disponíveis na unidade de saúde na hora da sobra

Fique atento ao telefone

A equipe da unidade de saúde comunica por telefone no final do horário da vacinação e o candidato a receber o imunizante deve ir imediatamente até o local

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.