Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Palmeiras inicia semana decisiva como favorito

Vitor Guedes
São Paulo

Soy loco por ti, América, soy loco por ti de amores... Alô, povão, agora é fé! Com a classificação aos mata-matas da varzeana Taça Libertadores encaminhada com as duas vitórias sobre Junior (em Barranquilla!) e Melgar, o Palmeiras fecha o primeiro turno do Grupo F em condições de vencer o San Lorenzo, em Buenos Aires, manter os 100% de aproveitamento e, mais do que encaminhar a classificação às oitavas de final, praticamente garantir a liderança da chave e se candidatar a melhor campanha geral da fase de grupos da competição.

Por outro lado, caso perca para o San Lorenzo, que vive péssima fase no Campeonato Argentino, o Palmeiras será ultrapassado pelo time de coração do papa Francisco e, ainda que não saia da zona de classificação, receberá uma dose de cobrança desnecessária da torcida que canta, vibra e corneta às vésperas do Choque-Rei decisivo do Paulistão, no domingo.

O Palmeiras, do técnico Felipão, tem tudo para vencer o San Lorenzo hoje e encaminhar a vaga às oitavas da Libertadores
O Palmeiras, do técnico Felipão, tem tudo para vencer o San Lorenzo hoje e encaminhar a vaga às oitavas da Libertadores - Cesar Greco - 4.jan.19/Palmeiras/Divulgação

Se jogar parte do que sabe, não precisa nem gastar a bola (o que, registre-se, não tem acontecido), o Palmeiras ganha com tranquilidade e ainda administra o jogo, toca a bola e se poupa para domingo, quando é favorito contra o São Paulo para se qualificar para a decisão do “Paulistinha”...

Não dá para ganhar a “obsessão” Libertadores em abril. Como a competição continental será decidida só no final do ano, cabe ao Palmeiras jogar passo a passo, sem chamar tanta responsabilidade e usar o certame também para ir azeitando o time e ganhar confiança para as outras competições. Caso do Paulista que, pelo alto investimento feito e pela forma traumática como foi perdido no eterno 8 de abril do ano passado, não pode terminar para o Verdão antes mesmo da decisão.

Forza, Palestra!

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.