Corinthians mostra quem é o dono de Itaquera

Com gol de Pedrinho, Timão ofusca Pato e mantém tabu em sua arena

O meia Pedrinho mostra em sua cara a emoção de fazer um gol no Majestoso
O meia Pedrinho mostra em sua cara a emoção de fazer um gol no Majestoso - Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Luciano Trindade

O Corinthians manteve o tabu sobre o São Paulo em Itaquera. Com um gol de Pedrinho, o Timão venceu o Majestoso por 1 a 0 e segue sem saber o que é perder do rival em sua arena.

Contando o jogo de ontem, são 12 duelos, com nove vitórias do time alvinegro e três empates. E os donos da casa precisaram de apenas sete minutos para abrir o placar, pois o time iniciou pressionando o São Paulo na defesa.

Após boa troca de passes entre Fagner e Vagner Love, o lateral serviu Pedrinho e o xodó finalizou forte. A bola ainda desviou na defesa e matou qualquer ação do goleiro Tiago Volpi: 1 a 0.

Os visitantes demoraram a assimilar o golpe. Aliás, na primeira etapa inteira mal conseguiram dar trabalho ao goleiro Cássio.

O arqueiro corintiano só apareceu quando Reinaldo cobrou uma falta de longe e soltou uma bomba. O Gigante deu rebote e Arboleda mandou para a rede, mas esteve em impedimento.

O Corinthians dominava as ações, sobretudo porque o rival insistia em armar jogadas pelo meio, onde o alvinegro estava fechado.

Na frente, o Timão chegava com as arrancadas de Vagner Love e a boa presença ofensiva de Júnior Urso, que finalizou bem duas vezes, mas parou em Volpi.

Cercado de expectativas, Pato foi tão discreto no primeiro tempo que a Fiel quase esqueceu do desafeto.
Depois do intervalo, o Tricolor tentou ficar mais tempo com a bola, mas seguiu insistindo em jogadas pelo meio, região onde os corintianos tinham domínio.

Além de marcar bem pelo meio, os donos da casa davam trabalho pelas laterais, por onde ocorreram as principais ações ofensivas do time, sobretudo do lado direito, onde Reinaldo deixava espaços para Fagner.
O Corinthians, porém, pecava nos arremates e não conseguia ampliar o marcado, que deixaria o time em situação mais confortável.

Nos minutos finais, Gustagol perdeu uma chance cara a cara com o goleiro. Sorte da Fiel que o lance, depois, não fez falta.

Com o passar do tempo, o São Paulo ficava cada vez mais nervoso. E quase o time perdeu Hernanes, que dividiu uma bola com Sornoza e acabou expulso.

Após analisar o VAR, o árbitro voltou atrás e deu amarelo para os dois.

O Timão foi a 11 pontos e é terceiro, empatado com o Tricolor, o quarto.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.