São Paulo vence o Bahia em noite de Luciano

Atacante faz dois na vitória por 3 a 1 e põe o time em segundo no Brasileirão

São Paulo

O São Paulo visitou o Bahia no sábado (28) e conquistou uma importante vitória por 3 a 1 na Arena Fonte Nova, em Salvador, pelo Campeonato Brasileiro.

O placar colocou o time paulista na vice-liderança da competição com 41 pontos, um atrás do líder Atlético-MG. A equipe do Morumbi, contudo, possui duas partidas a menos. Na próxima quinta-feira (3), o clube paga uma dessas partidas adiadas ao visitar o Goiás para tentar assumir a ponta do torneio nacional.

O atacante Luciano comemora um de seus gols em Salvador - Miguel Schincariol/saopaulofc.net

O Bahia comandado pelo auxiliar técnico Cláudio Prates (Mano Menezes se recupera de Covid-19) tinha dez baixas. O atacante Gilberto e os zagueiros Lucas Fonseca e Anderson Martins, suspensos, eram as principais ausências. Além disso, o atacante Gabriel Novaes, por motivo contratual, ficou de fora, o que obrigou a equipe a improvisar Rodriguinho como centroavante.

Pelo São Paulo, a principal mudança estava na zaga. Diego Costa, suspenso, e Bruno Alves, preservado após contato com familiar com Covid-19, viram Arboleda e Léo formarem dupla atrás.

O jogo começou agitado e com as equipes dando espaços no meio de campo. Com facilidade, os times chegavam fácil ao ataque, mas pecavam nos arremates.

O ataque baiano parou em Tiago Volpi. Primeiro foi Rossi, aos 4min, e depois Gregore já no final, aos 46min. Alesson, aos 49min, contou com desvio e viu a bola sair com muito perigo.

As principais chances dos paulistas foram com Brenner. Primeiro, aos 6min, ele parou em Douglas. Depois, aos 15min, o atacante tabelou com Luciano e, livre, chutou para fora.

O VAR (árbitro de vídeo) ainda foi acionado. Volpi se chocou com Ernando durante um cruzamento na área e a arbitragem checou um possível pênalti do goleiro no jogador do Bahia. Mas, após a revisão, o árbitro Leandro Pedro Vuaden considerou o lance normal.

No segundo tempo, Fernando Diniz voltou com duas mudanças. Tchê Tchê e Vitor Bueno entraram nos lugares de Léo e Juanfran.

As mudanças foram suficientes para alterar a atitude em campo. Marcando os baianos em cima, os paulistas passaram a recuperar a bola com mais agilidade e a trabalhar mais frequentemente no campo de ataque.

Aos 6min, saiu o gol. Reinaldo cobrou lateral dentro da área, Ernando tentou cortar, mas apenas resvalou na bola, que sobrou para Luciano, dentro da pequena área, emendar uma bicicleta: 1 a 0.

Melhor no jogo, o São Paulo fez o segundo, com Arboleda, de cabeça, após cruzamento de Reinaldo. Luciano marcou o terceiro em novo assistência de Reinaldo. O Bahia fez o gol de honra com Clayson, após boa jogada de Nino Paraíba.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.