Verdão bate o Flu e entra na briga pelo título brasileiro

Palmeiras chega a quatro vitórias seguidas no Nacional

São Paulo

Mesmo cheio de desfalques, o Palmeiras fez a lição de casa e venceu o Fluminense por 2 a 0, neste sábado (14), pelo Brasileirão, atuando no Allianz Parque. O placar deixa os palmeirenses na quinta posição, com 34 pontos junto com o pelotão da frente. Inter, São Paulo e Flamengo somam 36 pontos, enquanto o Atlético-MG lidera com 38.

Raphael Veiga (segundo à esq.) comemora um de seus dois gols com Lucas Lima (esq.), Willian e Patrick de Paula na vitória sobre o Fluminense
Raphael Veiga (segundo à esq.) comemora um de seus dois gols com Lucas Lima (esq.), Willian e Patrick de Paula na vitória sobre o Fluminense - Anderson Lira/FramePhoto/Agência O Globo

De quebra, o time paulista chega a sua oitava vitória consecutiva juntando todas as competições, sendo quatro delas já sob o comando do português Abel Ferreira.

O Flu, por sua vez, sofre sua segunda derrota consecutiva, permanece com 32 pontos e cai para oitavo.

Para a partida diante dos cariocas, o time alviverde teve de lidar, ao todo, com 13 desfalques: Weverton, Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez, Matías Viña, Danilo, Felipe Melo, Wesley, Rony, Gabriel Silva, Luiz Adriano, Lucas Esteves e Luan Silva.

Com um time cheio de reservas, faltou entrosamento. A dificuldade na criação ficou evidente com muita lentidão na troca de passes.

O Palmeiras insistiu nas descidas do lateral Gustavo Scarpa pela esquerda do ataque. O apoio ofensivo dele, contudo, era atrapalhado de perto pela marcação do atacante Wellington Silva, deslocado por Odair Helmann para o lado direito do campo justamente para cuidar do camisa 14 alviverde.

Nas poucas vezes em que conseguiu chegar ao fundo, Scarpa não fez bons cruzamentos. Ele ainda arriscou uma finalização defendida por Muriel, aos 50 minutos.

A principal chance de perigo do time paulista, contudo, aconteceu aos 41 minutos, quando Willian ganhou jogada de Luccas Claro e, dentro da pequena área, viu Muriel sair para abafá-lo e defender sua finalização.

Pelo lado do Flu, a principal chance aconteceu aos 17 minutos, em bola parada. Nenê cobrou falta da direita do ataque para dentro da área na segunda trave, Hudson desviou de cabeça para o meio e Luccas Claro, também de cabeça, marcou o gol. O bandeira deu impedimento e, após cinco minutos de revisão, o VAR (árbitro de vídeo) validou a decisão que foi tomada no campo.

O Palmeiras voltou diferente para o segundo tempo e, logo aos quatro minutos em chute de fora da área de Lucas Lima, descolou um pênalti. Isso porque a bola bateu na mão de Wellington Silva. Foi necessário um pedido de revisão do VAR para que o árbitro Leandro Pedro Vuaden marcasse a infração.

Raphael Veiga, então, abriu o placar na cobrança.

Após sair em vantagem, o Verdão seguiu em cima com uma marcação adiantada e Raphael Veiga de novo, desta vez aos 14 minutos, ampliou em um arremate certeiro da entrada da área.

Com boa vantagem no placar, os paulistas administraram o resultado.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.