Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão - Lixo do VAR decide VARgonhão: VARmengo ou InterVARcional?

Se ambos foram ajudados, não há direcionamento

São Paulo

Fique de olho no apito... Alô, povão, agora é fé! Enquanto técnicos pensam em táticas e torcedores questionam escalações, a decisão está nas mãos do VARgonhoso apito brasileiro, comandado com zero transparência por Leonardo Gaciba.

Após a vitória sobre o Inter, o Flamengo está em vantagem na briga pelo título nacional
Após a vitória sobre o Inter, o Flamengo está em vantagem na briga pelo título nacional - Alexandre Vidal - 21.fev.21/Flamengo

Eis os protagonistas da noite. Quem decide no Morumbi, pela ordem, são Wagner Reway (VAR) e Rodolpho Toski Marques (árbitro de campo, ou seja, à vera, auxiliar do VAR no gramado). Claro que não são só eles. Em decisão, às vezes quem aparece são os coadjuvantes. Então, tome nota: os bandeiras são Ivan Carlos Bohn e Victor Hugo Imazu dos Santos. 4º árbitro: Vinicius Furlan. Assistente de VAR 1: Ricardo Marques Ribeiro. Assistente de VAR 2: Oberto da Silva Santos. Observador de VAR: Renato Cardoso da Conceição.

Se eles decidirem para o Flamengo, acabou. Agora, se encaminharem para o São Paulo ou empate (o "pênalti" dado para o Tricolor no Engenhão foi um escárnio), a decisão passa para o Beira-Rio. Neste caso, quem decide no Sul, pela ordem, são Rodrigo Dalonso Ferreira (VAR) e Wilton Pereira Sampaio (juiz). Os coadjuvantes que podem roubar a cena são Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (bandeiras), Roger Goulart (4º árbitro), Felipe Fernandes de Lima e Johnny Barros de Oliveira (assistentes de VAR) e Anderson Carlos de Oliveira (observador de VAR).

Dizer que o VARgonhão foi direcionado para o Flamengo ou que o Descalibradão foi arranjado para o Internacional (apesar dos "pênaltis" doados contra Braga e Grêmio) é forçar a barra. Se ambos foram ajudados, não há direcionamento: se fosse para dar título para um time, não ajudariam também os concorrentes!

O São Paulo chegou a vencer o Goiás com um "gol" que a bola não entrou. O mesmo Tricolor perdeu para o Galo com direito a gol surrupiado pelo lixo do VAR... Viva a memória!

Nelson Rodrigues: "Não se apresse em perdoar. A misericórdia também corrompe".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca! No agora.com.br! E no youtube.com/blogdovitao.

Palpites
Ganhe quem ganhar o desmoralizado VARgonhão-2020, a única certeza é que o lixo do VAR roubou escandalosamente a cena e mudou o curso da história decidindo muitos jogos de forma absurda. Quem defende o VAR é cúmplice! Palpites: Internacional 2 x 0 Corinthians e São Paulo 1 x 1 Flamengo. O resto é tudo amistoso!

Live no Blog do Vitão
Assim que os longos acréscimos (provocados pelo nefasto protagonismo do lixo do VAR e pelo péssimo apito presidido por Gaciba) chegarem ao fim tanto no Beira-Rio quanto no Morumbi, tem live no canal Blog do Vitão para repercutir o final do Descalibradão-2020. Inscreva-se no canal: youtube.com/blogdovitao.

Vitor Guedes
Vitor Guedes

44 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.