Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Operadora demora para devolver grana

Feirante afirma que comprou um celular na loja da TIM e cobraram R$ 200 a mais pelo aparelho

Havolene Valinhos
São Paulo

O feirante Antônio Manoel Ferreira, 60 anos, da Vila Carrão (zona leste), afirma que, no dia 11 de fevereiro, comprou um celular na loja da TIM, mas reclama que a empresa cobrou R$ 200 a mais e, até o momento, não fez o reembolso solicitado.

O leitor relata que comprou o aparelho por R$ 798 e pagou R$ 398 no cartão de crédito e, em mais dois cartões de débito, o valor de R$ 200 em cada. Porém, depois descobriu que a empresa passou um deles duas vezes.

Antônio Ferreira conta que, em 15 de fevereiro, percebeu a cobrança, mas ainda espera o reembolso
Antônio Ferreira conta que, em 15 de fevereiro, percebeu a cobrança, mas ainda espera o reembolso - Rubens Cavallari/Folhapress

Ferreira afirma que entrou em contato com a central de atendimento da TIM e foi informado de que, em um prazo de dez dias, a operadora devolveria o valor.

No entanto, o leitor conta que, até o momento, isso não aconteceu. “Passaram R$ 200 a mais e toda vez que eu ligo para reclamar pedem mais prazos e não resolvem nada. Exijo que devolvam o meu dinheiro”, afirma Ferreira ao Agora.

“O que essa operadora está fazendo comigo é um verdadeiro abuso. Estou me sentindo desrespeitado como consumidor. Quero apenas o que é meu por direito. Peço a intervenção do Defesa do Cidadão para resolver a situação de maneira definitiva.”

TIM
Tel.: 10341
 

Empresa entra em contato

A TIM informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que entrou em contato com o cliente e seu caso permanece em tratamento e está sendo acompanhado até sua conclusão.

A operadora diz ainda que está à disposição por meio de seu centro de relacionamento com o cliente, discando *144 do próprio celular ou 1056 de qualquer telefone.

Em novo contato com o Agora, o leitor disse que aguarda uma solução por parte da operadora.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.