3 em cada 10 idosos estão inadimplentes no Brasil

Pesquisa do SPC Brasil mostra que país tem 62,6 milhões de devedores

Laíssa Barros
São Paulo

Três em cada dez idosos entre 65 e 84 anos no país estão com o nome sujo, aponta pesquisa do SPC Brasil e da câmara dos lojistas feita em abril. Segundo o estudo, a maior parte das dívidas (52%) está ligada a bancos, cartão de crédito, cheque especial, financiamentos e empréstimos. Em seguida aparecem débitos com comércio (17%), comunicações (12%) e contas de água e luz (10%).

Ao todo, o país registrou mais de 62 milhões de inadimplentes em abril, 2% a mais do que no mesmo mês do ano passado. O estudo mostra ainda que o endividamento vem crescendo menos, mas ainda é preocupante. Do total de dívidas, todas cresceram menos, com exceção das contas de água e luz.

Inadimplência atinge 62 milhões de pessoas do Brasil - Folhapress

Para José Vignoli, educador financeiro do SPC Brasil, os idosos acabam se endividando por emprestar o nome para outros usarem em compras e créditos. “Muitas vezes o dinheiro do idoso é a principal fonte de renda e crédito das famílias. Isso é perigoso e a população idosa precisa repensar se pode mesmo ajudar outras pessoas. Como são mais velhos e não podem trabalhar em outras formas de renda, acabam ficando tempo demais sem conseguir sair dessa situação. Sei que é difícil, mas eles precisam ter disciplina para regularem novamente as contas”, diz Vignoli.

Veja como sair da inadimplência - Arte Agora

Marcela Gaiatto Martins, da empresa Recovery, indica que, para sair da inadimplência, os idosos devem fazer controle de seus gastos fixos mensais. Além disso, ela diz que é preciso guardar dinheiro para pagar dívidas em atraso à vista.

Caso os valores em aberto sejam relacionados a contas de luz, telefone e água, por exemplo, é preciso ficar atento aos seus direitos. Por lei, os cortes dos serviços podem ser feitos um dia após o vencimento da fatura, ou seja, com apenas um dia de atraso.

No entanto, as concessionárias têm prazo legal para avisar o consumidor sobre o corte. Caso o prazo não seja cumprido, é possível ir à Justiça. 

Inadimplência
Veja dicas para limpar o nome - Arte Agora
Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.