Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Aposentado pede que Sabesp tape buraco;veja outras reclamações

Leitor afirma que há um afundamento em frente à sua casa

Patrícia Pasquini
São Paulo e São Paulo

O aposentado Carlos Roberto Ribeiro, 65 anos, do Jardim das Esmeraldas (zona oeste), conta que há um buraco afundando em frente à sua casa.

"O problema é de competência da Sabesp. Reclamei, mas, até o momento, ninguém resolveu."

O aposentado Carlos Roberto Ribeiro, 65 anos, diz que problema é competência da Sabesp
O aposentado Carlos Roberto Ribeiro, 65 anos, diz que problema é competência da Sabesp - Zanone Fraissat/Folhapress 27 mai.2015

Sabesp realiza reparo

A Sabesp informa que fez a vistoria e constatou um pequeno afundamento no local, onde, há cerca de dois anos, foi executado o conserto de um vazamento de água.

A empresa afirma ainda que o reparo foi feito imediatamente, inclusive com a reposição do asfalto.

______________________________________________________________

Veja outras reclamações

Prefeitura de Osasco

O vendedor ambulante Siderles Luiz, 60 anos, de Osasco (Grande SP), precisa realizar um exame de cateterismo com urgência, mas não consegue atendimento na rede pública de saúde. 

Segundo um amigo dele, o aposentado Abel Augusto Gutierrez, 61, a Secretaria Municipal da Saúde de Osasco não agiliza a liberação do procedimento. 

Gutierrez diz que, em janeiro deste ano, a saúde de Luiz começou a ficar frágil.
Há 20 dias, ele passou mal durante o trabalho. Levado por amigos a um pronto-socorro, foi atendido, medicado e liberado.

Como não conseguiu agendamento imediato na rede pública, pagou por uma consulta com um cardiologista, que deu encaminhamento para o procedimento.

"Ele procurou a UBS Neide Alves da Silva e a Secretaria da Saúde, mas ambos dizem que precisa aguardar. O Siderles trabalha sozinho. Diariamente tem dores no peito. Não dá para esperar porque o caso é urgente.” 

Resposta

A Prefeitura de Osasco informa que a consulta do paciente Siderles Luiz com médico especialista está agendada para 26 de junho. 

Segundo o órgão, não há solicitação para cateterismo, pois depende de avaliação do especialista.
A nota diz ainda que a primeira consulta do paciente na rede foi em fevereiro

Vivo

A aposentada Maria Cristina Martini, 60 anos, de Tietê (143 km de SP), afirma  que a Vivo está cobrando R$ 1,49 de internet por dia, além do pacote turbo, por R$ 8,90. "Não tenho e nunca tive internet da Vivo nem Vivo Turbo. É um desrespeito o que essa operadora faz", queixa-se a leitora. 

Resposta

A Vivo informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que entrou em contato com a cliente Maria Cristina Martini e devolveu o que foi cobrado em dobro.

Ao Agora a leitora confirmou a solução do caso. "Espero que não voltem a descontar."

Casas Bahia

A aposentada Paula Ferreira Martins, 39 anos, da Freguesia do Ó (zona norte), conta que comprou um ferro, modelo  Arno Ultragliss, no site das Casas Bahia no dia 12 de abril.

Segundo a leitora, o bico veio amassado e arranhado. Paula afirma que, após 13 dias aguardando o recolhimento para a troca do produto, levou aos Correios. 

Resposta

As Casas Bahia informam, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que já reenviaram o produto para a cliente. A empresa diz ainda estar à disposição da consumidora para prestar quaisquer esclarecimentos. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.