Centrais públicas têm 8.611 vagas de empregos

Somente na capital paulista, são 3.732 chances

Laíssa Barros
São Paulo

As centrais públicas da Prefeitura de São Paulo e do governo do estado têm, nesta semana, um total de 8.611 vagas. 

Na capital, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico está com 3.732 chances. Dessas, dez são para garçom e 20 para auxiliar de cobrança. Todas exigem ensino fundamental completo e seis meses de experiência na área. A remuneração para essas posições pode chegar a R$ 1.200.

 

Há também oportunidade para quem não tem experiência comprovada, como é o caso das 16 vagas de auxiliar de almoxarifado e 16 de recepcionista. Para se inscrever pelo CATe (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo), da prefeitura, é preciso levar RG, CPF, PIS e carteira de trabalho a uma unidade.

O PAT, programa do governo do estado, oferece 4.879 chances em vários cargos. Em Itapetininga (interior de SP), há 158 vagas; as exigências e os salários não foram divulgados. Para trabalhadores de cultivo de árvores frutíferas, são 50 postos. Outras oito colocações são para interessados em trabalhar com manutenção de edificações.

Já em São Sebastião (litoral de SP), são 38 vagas no total. Entre elas, 20 oportunidades são para motorista de ônibus urbano e sete são para mestre de pintura.

Para se inscrever, o trabalhador deve se cadastrar no site www.empregasaopaulo.sp.gov.br ou ir a um PAT com documentos.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.