Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Paciente aguarda aparelho auditivo há mais de 60 dias em SP

Segundo aposentado, UBS da Vila Aurora disse que não há prazo determinado para entrega; leitor conta que não consegue ouvir

Laíssa Barros
São Paulo

O funcionário público municipal aposentado Rafael Vergara, 86 anos, da Vila Aurora, conta que está há 60 dias esperando por um aparelho auditivo, que deveria ser fornecido pela rede pública de saúde. 

“Com graves problemas de audição, procurei o Hospital do Servidor Público Municipal e fui diagnosticado com deficiência auditiva” relata Vergara.

Conforme conta o leitor, o médico o encaminhou para a UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Aurora. “Segundo ele, lá eu receberia gratuitamente um aparelho auditivo que resolveria meu caso. Mas fui informado na UBS que não há um prazo determinado para que receba o aparelho e que, enquanto isso, eu deveria aguardar”, afirma.

O aposentado conta que ficou desapontado com o atendimento pois, como não consegue mais ouvir, acreditava que teria seu problema de saúde resolvido pela rede pública. “Achei isso um descaso. Não tenho como pagar por um aparelho e não sei por quanto tempo precisarei esperar.”
Ele afirma que não consegue mais se comunicar. “Preciso da ajuda de meus filhos a todo momento. Não tem como viver assim.”

O funcionário público municipal aposentado Rafael Vergara, 86 anos, conta que está há 60 dias esperando por um aparelho auditivo que deveria ser fornecido pela rede pública de saúde  - Reinaldo Canato / Folhapress

Secretaria marca consulta

A Coordenadoria Regional de Saúde Norte, da Secretaria Municipal da Saúde, informa que agendou uma consulta de avaliação em um centro multiprofissional em reabilitação para o leitor, ainda nesta semana. Em novo contato, Vergara informou que já passou pela consulta de avaliação e voltará ao médico no dia 17 de setembro para buscar seu aparelho auditivo. “Muito obrigada, sem vocês não teria conseguido.”

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.