Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Net faz cobrança indevida, diz cliente

Consumidor afirma que cancelamento do serviço havia sido confirmado

Havolene Valinhos
São Paulo

O técnico em manutenção Anderson da Silva Saraiva, de Pirituba (zona norte), conta que é assinante da Net e, como mudou de endereço, solicitou o cancelamento de seu pacote de serviços, uma vez que foi informado pela central da operadora que a Net não atendia a região para onde se mudou. “Disseram que não havia cabeamento.”

O leitor relata que o cancelamento foi aceito e confirmado pela atendente da Net por telefone. Porém,  reclama que, após ter mudado para o novo endereço, começou a receber as contas.

“Fui informado que o cancelamento não havia sido realizado. Inclusive, eu já tinha contratado até outra operadora. Agora não consigo comprar ou financiar nada porque a Net sujou o meu nome.” 

Gabriel Cabral/Folhapress

Operadora entra em contato

A Net informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que entrou em contato com o consumidor e solucionou o caso. A operadora diz ainda estar à disposição do cliente para prestar quaisquer outros esclarecimentos.

Outras reclamações

Saúde 

A aposentada Iara Brasil Ferreira, 76 anos, da Vila Nova Cachoeirinha (zona norte), conta que seu marido Álvaro Ferreira, 79, passa por tratamento com oftalmologista no AME Idoso Oeste, na Lapa (zona oeste), e espera há cinco meses pelo agendamento de um exame. “Fui informada de que já nos ligaram duas vezes, mas não antedemos. Só que isso não é verdade”, reclama.


Resposta 

A Secretaria de Estado da Saúde informa que entrou em contato com Iara para avisar que o exame foi marcado para o dia 7 de novembro. A leitora confirmou a informação ao Agora. 
 

Itapevi 

José Antônio reclama que, no final da avenida Leda Pantalena e início da Vicente Cocoza, em Itapevi (Grande SP), está sendo aterrada uma área de várzea, de proteção permanente. “O pior é que ainda vão entupir as nascentes que existem lá.” 


Resposta 

A Prefeitura de Itapevi informa que, durante toda a semana, o local foi monitorado por fiscais e, neste período, nenhuma atividade foi detectada. A administração diz que, no último dia 19, os fiscais encontraram pessoas no local e embargaram a área por movimentação de terra sem autorização.

Marisa  

A autônoma Simone Gregório,42 anos, da Mooca (zona leste), conta que tem um cartão Marisa, porém, no último mês, a empresa não enviou a fatura de cobrança e colocou o seu nome nos órgãos de proteção ao crédito. “Estão cobrando juros exorbitantes. Vou pagar só o que devo. Quero o meu nome limpo novamente”, afirma a leitora. 


Resposta

A Marisa informa, por meio de nota enviada por assessoria de imprensa, que em contato realizado com a leitora formalizou um acordo entre as partes. 

Vivo

"Uma vez fiz uma contribuição voluntária para uma instituição filantrópica no valor de R$ 10 para ser descontada em minha conta telefônica da Vivo. Porém, nos últimos meses, a operadora continua fazendo o desconto automático do valor em minha fatura. Pedi para cessarem o desconto, mas não me atende", diz Nelson Melo, corretor de imóveis, 69 anos, Pirituba 


Resposta  

Até a conclusão desta edição, a Vivo ainda não havia se manifestado sobre o assunto (KM)

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.