Nova novela da Globo inspira atores em 'videokê' de 'Evidências'

Juliana Paes e Reynaldo Gianecchini cumprem desafio de cantar o hit

Juliana Paes, atriz, canta Evidências
Desafiada por Reynaldo Gianecchini, Juliana Paes canta Evidências no Instagram - @JunlianaPaes no INstagram

Diz que é verdade, que tem saudade... Desafiada por Reynaldo Gianecchini a cantar “Evidências”, clássico de Chitãozinho & Xororó que embala as suas chamadas na próxima novela da Globo, Juliana Paes fez bonito. Cantou à capela, afinadinha, publicou no Instagram, e desafiou Ary Fontoura, também da novela “A Dona do Pedaço”, a fazer o mesmo.
A interpretação de Gianecchini de “Evidências” mereceu aplausos dos próprios Chitãozinho e Xororó, por meio de emojis no Instagram. 


 

RECADO

No Festival de Cannes para apresentar “Bacurau”, filme brasileiro que concorre à Palma de Ouro, o diretor Kléber Mendonça não chegou a fazer protestos políticos no tapete vermelho, mas alfinetou o governo atual. “Será ótimo que um filme como esse possa ser apresentado num país que está desmontando a cultura”, disse ele à Folha de S.Paulo.

DE MOLHO

Ludmilla ainda vem tratando da coluna, problema que a tirou de cena em seus últimos shows. Sem condições de se apresentar na Virada Cultural, que ocorre neste fim de semana, em São Paulo, a bela será substituída por Vanessa da Mata. O show  está marcado para domingo, às 17h, no Palco São João.

LONGE DOS RÓTULOS

Depois de estampar capas de “Playboy” na Itália e em Portugal, a modelo internacional Poliana Paula, 30 anos, acostumou-se a ser questionada sobre o fato de não se encaixar no padrão brasileiro que privilegia o bumbum acima de tudo. “Sei que não tenho curvas, mas acredito que isso não seja mais um empecilho para que mulheres com o corpo como o meu posem para essas revistas”, diz. “Acredito que essa tendência de ‘corpão’ vá desaparecer com o tempo”, completa. A brasileira torce pelo resgate da edição brasileira, a fim de provar que a diversidade nacional não pode ser refém de um único padrão.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.