Homem agride colega de trabalho e se mata em clínica veterinária

Testemunhas disseram à polícia que ele sofria de problemas psicológicos

Patrícia Pasquini
São Paulo

O veterinário Lucas Kitamoto Facundo Leite, 42 anos, feriu uma colega de trabalho utilizando um bisturi e um martelo dentro da clínica onde trabalhavam juntos e depois se matou.

O caso ocorreu na manhã deste domingo (26), no Butantã (zona oeste).

Clínica veterinária localizada na Avenida Eliseu de Almeida, 793, no Butantã (zona oeste), onde um funcionário atacou uma colega de trabalho e se matou neste domingo (27)
Clínica veterinária localizada na Avenida Eliseu de Almeida, 793, no Butantã (zona oeste), onde um funcionário atacou uma colega de trabalho e se matou neste domingo (27) - Patricia Pasquini/Folhapress

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, uma viatura da PM passava pelo local e foi parada por um morador que informou ter ouvido gritos de uma mulher aparentando agressão.

Na clínica, a PM apurou que Leite teria cortado o pescoço da mulher e a agredido com martelo, trancando-se no banheiro em seguida.

Uma funcionária que estava no local presenciou o ataque a colega, também veterinária. 

Ao arrombar a porta do banheiro, a PM encontrou Leite caído com algumas seringas ao redor do corpo.

Testemunhas contaram aos policiais da 2ª Companhia do 34° Batalhão de Trânsito da PM que, após o crime, o veterinário aplicou em sua veia medicamento utilizado para eutanásia de animais. Ele morreu no local.

Elas disseram também que o Leite era apaixonado pela colega, mas nunca foi correspondido, e que recentemente ele tirou licença para tratamento de problemas psicológicos.

A veterinária foi levada pelo resgate ao Hospital Universitário. Segundo o delegado plantonista do 89 DP Morumbi (onde o caso foi registrado como suicídio e tentativa de homicídio) Rafael Moreira Fantini, seu estado de saúde é estável.

Os objetos utilizados no crime foram apreendidos. O caso será investigado pela equipe do 34 DP Vila Sônia.

Nas redes sociais da clínica veterinária, clientes lamentam o ocorrido. Uma das internautas disse que a veterinária passa bem.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.