Descrição de chapéu Zona Sul

Quatro pessoas são detidas por pichação em trem do metrô

Vagões estavam parados na estação Alto do Ipiranga, da linha 2-verde

Alfredo Henrique
São Paulo

Quatro homens foram detidos, domingo (26), acusados de pichar dois vagões do metrô, em um túnel da estação Alto do Ipiranga (zona sul), da linha 2-verde. Ao menos 15 suspeitos teriam participado da ação, que ocorreu na madrugada . 

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), agentes de segurança do metrô foram acionados, pelo monitoramento eletrônico da estação, para verificar a invasão do local. Ao chegar ao túnel onde estavam os trens, prenderam os pichadores, com idades entre 24 e 29 anos. Além disso, foram apreendidas latas de spray. 

Os suspeitos fizeram desenhos na lateral inteira de um vagão, além de escrever no vidro da frente. 

Os seguranças tiveram apoio da Polícia Militar, que levou o bando ao 16º DP (Vila Clementino) onde os suspeitos foram indiciados por associação criminosa, pichação e dano qualificado. 

Os acusados foram submetidos nesta segunda-feira (27) a uma audiência de custódia. Segundo o TJ (Tribunal de Justiça) os pichadores acabaram liberados para responder ao processo em liberdade. 

O Metrô afirmou que os vagões passam por um processo de limpeza. Acrescentou que, entre janeiro e abril deste ano, a companhia gastou aproximadamente R$ 20 mil com reparos em trens, que foram alvo de pichações.

"Além do prejuízo financeiro, essas composições permaneceram indisponíveis para a operação, penalizando milhares de usuários", diz trecho de nota.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.