PM é morto em troca de tiros na zona sul de São Paulo

Caso ocorreu durante abordagem a três suspeitos que faziam arrastões na região

Alfredo Henrique
São Paulo

Um policial militar foi morto com um tiro durante uma abordagem a suspeitos na manhã deste domingo (23) no Jardim Ângela (zona sul da capital paulista). Dois dos suspeitos foram presos. O nome deles não foi divulgado. Outro integrante do trio fugiu e não havia sido encontrado até a publicação desta reportagem. 

Segundo a PM, o soldado Vitor de Oliveira Farias, idade não informada, foi verificar com sua equipe uma denúncia de que três suspeitos, em duas motos, estariam realizando arrastões na região.

Fivela do cinto do soldado da PM que foi morto em troca de tiros com suspeitos neste domingo (23) na zona sul da capital paulista - Divulgação/PM

Quando a PM se deparou com os suspeitos, teve início uma perseguição, que continuou até a rua Francisca Queirós. Na via, houve troca de tiros entre os policiais e os bandidos. Segundo a PM, um tiro dado pelos ladrões acertou o policial na parte inferior da barriga, onde o colete não alcança.

O soldado chegou a ser encaminhado ao pronto pronto-socorro do M’boi Mirim (zona sul), onde foi socorrido, mas não resistiu. O policial estava na 3ª Companhia. do 37º Batalhão da PM. 

A reportagem apurou que o Mausoléu da PM, onde policiais mortos em confrontos costumam ser sepultados, está em reformas. Por conta disso, o local onde o corpo do soltado será enterrado ainda não foi divulgado. 

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), um policial militar foi morto, em serviço na capital paulista, no primeiro trimestre deste ano. No estado, durante o período, foram dois.

No primeiro trimestre do ano passado, dois PMs em serviço foram mortos por bandidos e, no estado, foram quatro. 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.