PM prende cinco estrangeiros por furto na Marcha para Jesus

Suspeitos levaram 11 aparelhos; duas vítimas recuperaram seus celulares

Alfredo Henrique
São Paulo

Três colombianas e um casal de venezuelanos foram presos acusados de furtar celulares em diferentes ocorrências nesta quinta-feira (20), durante o evento Marcha para Jesus, realizada na zona norte da capital paulista.

Celulares apreendidos pela polícia com os estrangeiros presos durante a Marcha para Jesus, na quinta-feira (20), na zona norte da capital paulista. - Divulgação/Polícia Militar

Ao todo, foram apreendidos 11 aparelhos com os estrangeiros, sendo nove com as colombianas, de 20, 27 e 28 anos, e o restante com o casal de venezuelanos, de 36 e 29 anos.


Segundo a Polícia Militar, uma mulher e um homem, naturais da Venezuela, foram abordados nas proximidades do evento, após denúncias de que estariam furtando celulares na região. Durante a revista, um celular tocou e a vítima afirmou que havia sido furtada. Em seguida, o casal foi preso. 

Em outro ponto do evento, a PM prendeu as três colombianas, que estavam sem documentos.

Reportagem do Agora publicada no início de junho, mostrou que nos quatro primeiros meses deste ano, cerca de 13 celulares caíram nas mãos de bandidos, por hora, na capital paulista. Segundo dados da SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), no período foram roubados 27.949 aparelhos e furtados 10.131, totalizando 38.080 casos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.