Justiça decreta prisão preventiva de 6 suspeitos do roubo de ouro em aeroporto

Quatro pessoas já estavam presas temporariamente; cerca de 720 quilos foram roubados na ação

Elaine Granconato

A Justiça de Guarulhos (Grande São Paulo) decretou nesta segunda-feira (5) as prisões preventivas de seis suspeitos envolvidos no roubo de 720 kg de ouro que estavam em um carro-forte no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Guarulhos, na tarde de 25 de julho. O material roubado corresponde a cerca de R$ 120 milhões.

Ladrões carregando o ouro do assalto ao terminal de cargas de Cumbica - Reprodução

Segundo a 5ª Delegacia de Investigações de Crimes Contra o Patrimônio (furtos e roubos a Banco), responsáveis pelas apurações e vinculada ao DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais), as informações reunidas permitiram identificar e prender quatro envolvidos, além de indiciar outras duas pessoas, agora procuradas.

Durante a ação dos bandidos que durou menos de cinco minutos, não houve tiros e ninguém ficou ferido, segundo imagens gravadas por câmeras de segurança. Para a polícia, ao menos dez pessoas participaram do crime.

Dos seis suspeitos, quatros deles estavam com prisão temporária. Os outros dois foram indiciados indiretamente quando os investigados estão em locais desconhecidos.

Empresa oferece recompensa de R$ 150 mil por pistas de ouro roubado

Os suspeitos responderão por roubo e associação criminosa. O Ministério Público tem 15 dias para se manifestar.

Na quinta-feira (1º), agentes do Deic encontraram peças de uma ambulância que teria sido usada pela quadrilha. O veículo foi achado em um matagal na zona rural de Ferraz de Vasconcelos, município da Grande São Paulo próximo a Guarulhos.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.