Polícia prende dois suspeitos de participar do roubo de 720 kg de ouro

Ambos trabalham no aeroporto; um deles disse que família foi feita refém durante ação

Alfredo Henrique
São Paulo

A Polícia Civil prendeu dois suspeitos de participar do roubo de 720 quilos de ouro, dentro do terminal de cargas do aeroporto internacional de Guarulhos (Grande SP), na última quinta-feira (25). A quantia levada é avaliada em cerca de R$ 120 milhões. Os dois trabalham do aeroporto, segundo os policiais.

O aeroviário Perterson Patrício, 33, chegava a sede do Deic na última quinta-feira, para prestar depoimento sobre o roubo - Roberto Casimiro/Fotoarena/Agência O Globo/

A primeira prisão foi de Peterson Fabrício, 33 anos, na noite de sábado (28). Ele teria sido chamado para prestar depoimento e acabou confessando a participação no crime.

Durante o depoimento, Fabrício teria entregado o outro funcionário, Peterson Brasil, que não teve a idade revelada. Sua prisão temporária foi autorizada pela Justiça por volta das 19h deste domingo (29). Teria sido ele que convidou o companheiro a participar da ação.

O primeiro preso mora na travessa Nem Ouro Nem Prata, Jardim da Conquista (zona leste). Na quinta-feira, horas depois do crime, ele afirmou que foi obrigado a ajudar a quadrilha porque sua família era refém do bando. Ele aparece em imagens gravadas por uma câmera do assalto.

A família, segundo apurou a reportagem junto ao Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), não saiba da participação de Fabrício no roubo. ​

Ladrões carregando o ouro do assalto ao terminal de cargas de Cumbica.Foto:Reprodução - Reprodução

Os criminosos entraram no aeroporto com duas viaturas clonadas da Polícia Federal por volta das 14h30. Enquanto um dos veículos permaneceu na portaria, para dar cobertura, outro foi até o terminal de cargas, onde criminosos renderam o chefe da segurança do local.

Depois do roubo, as viaturas clonadas da PF foram encontradas na rua Papiro do Egito, na zona leste da capital paulista. No local, a polícia também localizou um dos reféns, um supervisor de logística. 

O roubo ocorreu por volta das 14h30, no armazém de exportação do Terminal de Cargas, informou a concessionária responsável pelo Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, a GRU Airport. O ouro seria levado para os Estados Unidos e para o Canadá.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.