Entre os veículos autuados na capital paulista, 65% só levaram 1 multa

Dados são do primeiro semestre deste ano; número sobe para 95% quando se somam 5 autuações

São Paulo

Dos mais de 1,8 milhão de veículos autuados por radares no primeiro semestre deste ano na cidade de São Paulo, 65% receberam apenas uma multa cada. 

Os dados constam no site Mobilidade Segura, da prefeitura. Se forem computados todos os veículos que receberam até cinco multas no período, o percentual aumenta para 96%. 

Para o engenheiro especialista em trânsito e tráfego Luiz Vicente, com estes dados "se torna difícil afirmar que existe uma indústria da multa no município". 

Ele acredita que as autuações acabam tendo uma finalidade pedagógica e, ao receber a primeira multa, o condutor passa a ficar mais atento no trânsito.

Se 65% dos veículos receberam somente uma multa no período, 18,5% acabaram multados duas vezes e 7,1%, levaram três autuações.

Já em casos mais extremos, como veículos que foram autuados mais de 50 vezes nos primeiros seis meses, a porcentagem é de 0,075% (ou 1.412 veículos). 

Vicente afirma que em situações menos extravagantes, apesar de levar cinco multas já parecer um número alto para algumas pessoas --pode, inclusive suspender a carteira de habilitação--, essas autuações raramente são recebidas pelo mesmo condutor.

"Um veículo multado cinco vezes provavelmente é compartilhado com a família e as multas acabam diluídas entre três ou quatro pessoas, diferente de quem recebe muitas multas ", diz. 

Em relação aos campeões de multas, Vicente afirma que estes motoristas não estão preocupado com a quantidade de infrações recebidas. 

Já para o especialista em trânsito e transportes Horácio Augusto Figueira, as autuações aplicadas na cidade seriam mais pedagógicas para os motoristas se os radares fossem trocados de lugar com frequência. 

Ele afirma que ao receber a primeira multa, o condutor "aprende" onde está localizado o radar, e não a maneira mais segura de dirigir. "É necessário mudar a forma de fiscalizar, se ninguém soubesse onde ficam os radares, o trânsito seria muito mais seguro em todos os pontos da cidade, e não apenas em cruzamentos específicos", afirma.

Veículo campeão foi multado mais de 600 vezes por radares

O veículo campeão de multas na capital recebeu 611 autuações somente no primeiro semestre de 2019 --o equivalente a mais de três multas por dia. 

No total divulgado pela prefeitura, 370 veículos foram autuados mais de cem vezes no semestre.

"Este veículo provavelmente não está licenciado e o motorista não paga nem as multas nem o IPVA", diz o especialista Horácio Figueira. "Ele está rodando por sua conta e risco", afirma.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) não disse quais multas foram aplicadas nem as características do veículo. 

O Detran (Departamento de Trânsito) afirma que de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, não há número máximo de multas que podem ser aplicadas a um veículo. Porém, se o carro for apreendido e não for retirado em um prazo de 60 dias, ele será leiloado. Os débitos que não forem pagos com o valor do leilão permanecerão sob responsabilidade do proprietário. 

O engenheiro Luiz Vicente acredita que essa apreensão raramente acontece. Segundo ele, o número de veículos que poderiam ser apreendidos por falta de pagamentos de multa ou de IPVA é muito maior que a quantidade de vagas existentes nos pátios públicos. 

O especialista também afirma que motoristas que usam veículos com mais de cem multas fazem isso, na maior parte das vezes, sabendo que será difícil ter o carro apreendido. 

"Outro problema é que esses veículos provavelmente são antigos e têm maior chance de quebrar, o que dificulta ainda mais o trânsito da cidade", afirma o engenheiro.

Resposta

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, da gestão Bruno Covas (PSDB), diz que a cidade de São Paulo registrou, ao longo de 2018, queda de 18,46% na quantidade de multas, na comparação com 2017. 

"Cabe ressaltar que 73,05% dos veículos de São Paulo, no ano passado, não foram autuados nenhuma vez, enquanto, em 2017, esse percentual foi de 69,7%", diz.

"A queda do número de autuações segue a tendência verificada desde 2017, quando houve a implantação de melhorias na sinalização viária e a descontinuação do uso dos radares estáticos, instalados em caixas de metal", afirma.

Veja os números

Veículos autuados:

  • 189.1157

Multas aplicadas:

  • 3.677.274

Menores autuações

  • 1 autuação:  1.227.661 veículos (64,9%)
  • 2 autuações:   351.512 veículos (18,5%)
  • 3 autuações:  135.785 veículos (7,1%)
  • 4 autuações:    64.195 veículos (3,4%)
  • 5 autuações:    35.020 veículos (1,8%)

1.412 veículos receberam mais de 50 multas
378 veículos foram multados mais de 100 vezes 


Campeões de multas 

  • 1º   611 multas - 3,3 infrações por dia
  • 2º   501 multas - 2,7 infrações por dia
  • 3º   420 multas - 2,3 infrações por dia
  • 4º   392 multas - 2,1 infrações por dia
  • 5º   369 multas - 2,0 infrações por dia
  • 6º   363 multas - 1,9 infrações por dia
  • 7º   361 multas - 1,8 infrações por dia
  • 8º   338 multas - 1,8 infrações por dia
  • 9º   327 multas - 1,7 infrações por dia
  • 10º 319 multas - 1,7 infrações por dia


Principais infrações na cidade de São Paulo

  • Ultrapassar a velocidade máxima permitida em até 20%
  • Transitar em local/horário não permitido por rodízio
  • Transitar em faixa ou via exclusiva para transporte público coletivo
  • Ultrapassar a velocidade máxima permitida em mais de 20% até 50%
  • Transitar em local/horário não permitido pela regulamentação - caminhão 

Fonte: Mobilidade Segura - Prefeitura de São Paulo

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.