Uso de patinete em SP terá novas regras

Adequações devem ocorrer em até 60 dias

Alfredo Henrique
São Paulo

A Prefeitura de São Paulo estipulou novas regras para que empresas de patinetes elétricas possam operar na cidade, conforme publicado na edição desta quinta-feira (31) do Diário Oficial do município.

As adequações, como velocidade máxima de 20 km/h, devem ocorrer em 60 dias, a serem contados a partir desta sexta-feira (1º). 

Segundo a gestão Bruno Covas (PSDB) apenas maiores de 18 anos poderão conduzir as patinetes, em ciclovias e ciclofaixas. Nas dez primeiras viagens, o usuário poderá trafegar com velocidade máxima de 15 km/h. Após isso, o limite sobe a 20 km/h. A prefeitura não explica como será o controle. 

 
Usuários andam de patinete na avenida Paulista - Ronny Santos/Folhapress

Outra mudança estipulada é a instalação de velocímetros, campainhas e sinalização noturna lateral dianteira e traseira nos veículos. A prefeitura também vai cobrar R$ 0,20 de taxa das empresas por viagem realizada

A Grow, dona das marcas de patinete Grin e Yellow, diz que vai informar com antecedência seus usuários sobre as adaptações.

Veja as regras

  • Velocidade máxima nas dez primeiras corridas deve ser de 15 km/h. Após isso, o limite sobe para 20 km/h
  • Só para maiores de 18 anos
  • Veículos devem ser devolvidos em estações ou pontos de estacionamento
  • As patinetes devem ter velocímetro, campainha e sinalização noturna 
  • Veículos devem ser usados por só uma pessoa e com carga sobressalente de 5 quilos
  • Empresas devem cobrir eventuais danos a usuários, terceiros, incluindo patrimônio público
  • Elas terão 60 dias, a contar desta sexta (1º), para se adequar às mudanças 
  • Prefeitura pretende regulamentar uso de capacete 
  • O governo municipal vai cobrar R$ 0,20 de taxa das empresas por viagem realizada 

Fonte: Prefeitura de São Paulo 

 
 
Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.