Ladrões fazem arrastão em prédio de luxo na zona sul de São Paulo

Grupo aproveitou Réveillon para invadir condomínio e arrombar imóveis

São Paulo

Criminosos aproveitaram o Réveillon para invadir um prédio na avenida Aratãs, região de Moema (zona sul de SP), e realizar um arrastão, levando joias e objetos de valor de apartamentos. Ninguém foi preso. 
Uma testemunha afirmou, em condição de anonimato, que ao menos seis ladrões entraram no prédio pela garagem, por volta das 23h40. O bando ocupava um Fiat Idea branco. A suspeita é de que a quadrilha tenha usado um controle clonado para entrar pelo portão. 

Condomínio na avenida Aratãs, em Moema (zona sul de São Paulo), que foi alvo de ladrões no Réveillon - Rivaldo Gomes/Folhapress

Dentro do condomínio, ainda de acordo com a testemunha, os bandidos renderam o porteiro e uma mulher que conversava com ele na portaria. Os dois foram levados para a garagem, onde foram mantidos reféns por parte dos criminosos.

O restante da quadrilha subiu até o quarto andar. Segundo a testemunha, eles arrombaram dois apartamentos. Um deles estava desocupado e não tinha móveis. O outro imóvel estava sem os moradores, que tinham ido viajar, e acabou revirado pela quadrilha. O proprietário ainda não notificou a polícia sobre o que foi roubado.

Os ladrões ainda tocaram a campainha de um terceiro apartamento, em outro andar, onde mora um casal de idosos. Segundo a testemunha, as vítimas tiveram cartões de crédito e joias levadas pelo bando. 
Na sequência os criminosos ainda tentaram arrombar a cobertura do prédio, no 15º andar, mas não conseguiram abrir a fechadura. 

A movimentação chamou a atenção de moradores do edifício, que acionaram a Polícia Militar. Porém, os bandidos fugiram antes da chegada dos policiais. 

A Polícia Militar confirmou que foi chamada para atender a ocorrência, mas o caso ainda não foi registrado na Polícia Civil. 

Segundo testemunhas, o síndico do condomínio iria registrar o roubo nesta quinta-feira (2) no 27º DP (Campo Belo).

Bando aluga apartamento em condomínio

Outro condomínio também foi alvo de criminosos, domingo (29), na região da Vila Mariana (zona sul da capital paulista).

Segundo a polícia, a quadrilha alugou um apartamento no edifício, que fica na rua Estado de Israel. 
O grupo identificou quais moradores viajariam no período entre o Natal e o Ano Novo e invadiu ao menos cinco imóveis.

Ainda segundo a polícia, por volta das 19h, o criminoso que estava no imóvel alugado teria liberado a entrada de quatro assaltantes no prédio. 

Dentro do condomínio, os bandidos arrombaram os imóveis sem levantar suspeitas. 
Os proprietários dos imóveis, que têm idades entre 54 e 80 anos, informaram à polícia, em depoimento, que os ladrões acessaram os apartamentos pelas portas de serviço, que não são monitoradas por câmeras de vigilância. 

Foram levados aparelhos eletrônicos, dinheiro, joias, perfumes e até chocolates. 
O sistema de monitoramento com câmeras do prédio registrou a movimentação dos ladrões, transportando malas e sacolas com objetos das vítimas somente no elevador e na garagem do condomínio. 

As imagens serão usadas pela Polícia Civil para auxiliar na identificação dos integrantes da quadrilha.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.