Igrejas do ABC paulista adiam retomada de missas

Ideia era reabrir neste fim de semana, mas prazo mudou para o final de junho

As igrejas católicas do ABC paulista adiam a reabertura para os fiéis. A ideia inicial era que as celebrações voltassem a ser realizadas neste fim de semana, mas foi postergado para o final do mês, em data a ser definida.

O anúncio havia sido feito pelo bispo Pedro Cipollini, responsável pela Diocese de Santo André (que também reúne os municípios de São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra).

Diante do agravamento dos casos no estado de São Paulo, as comunidades paroquiais de todas as cidades acima, de parte de Santo André e algumas paróquias de São Bernardo do Campo optaram por adiar a reabertura.

Conforme o estabelecido nas normas e orientações sobre a retomada gradual das celebrações no contexto da pandemia da Covid-19, publicado em 31 de maio de 2020, abriu-se a possibilidade de reabertura gradual da igrejas com celebrações presenciais a partir de 13 de junho, dia de Santo Anrtônio, seguindo as 60 normas estabelecidas em conjunto com as orientações sanitárias.

As missas continuarão sendo feitas sem a presença do público e transmitidas pela internet, rádio ou televisão.

Entretanto, a Diocese de Santo André não descarta a reavaliação das datas a depender da melhora da situação nas respectivas cidades.

Celebração da Missa de Páscoa na Igreja Dom Bosco, em Brasília; álcool em gel ganha espaço no altar - Pedro Ladeira - 12.abr.20/Folhapress
Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.